ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 8:48:51

logoajn1

Suspeito de integrar bando que assaltou a agência do Banese de Muribeca é preso

Em Laranjeiras, município distante 23 quilômetros da capital, a PM prendeu dois suspeitos de integrarem uma quadrilha responsável pelo roubo a uma agência do Banese na cidade de Muribeca, em outubro deste ano, e a diversas fazendas na região. A ação só ocorreu após populares terem denunciado a presença de três homens armados em um matagal no bairro Corre Nú.

 

Ao chegarem no local, os policiais ordenaram que os três suspeitos colocassem as mãos na cabeça, mas neste momento o trio começou a efetuar disparos contra a guarnição e evadiu-se em seguida. Dois deles foram perseguidos e detidos pelos policiais, enquanto o terceiro suspeito conseguiu fugir. Com a dupla não foi encontrada nenhuma arma ou material ilícito, fato que leva a polícia a acreditar que eles teriam se livrados deles durante a tentativa de fuga.

 

Os capturados foram identificados como João Pedro dos Santos e Anderson Patrick Santos Conceição. Nenhum deles informou as autoridades a identidade do terceiro suspeito, mas populares que acompanhavam a ação da polícia, e que tinham visto o trio junto, informaram que o suspeito é conhecido na região como ‘Carlinhos’.

 

Levantamento feito pela polícia aponta que ‘Carlinho, juntamente com Anderson Patrick, seriam os responsáveis pelo roubo a uma agência do Banese da cidade de Muribeca, além de outros assaltos a propriedades rurais, inclusive, um parceiro deles conhecido por ‘Galego’ foi preso por agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (COPE).

 

No celular apreendido com Anderson Patrick a polícia encontrou fotos dele portando armas de fogo. Numa consulta feita através da numeração impressa na arma, ficou constatado que a pistola na foto havia sido subtraída durante um assalto a uma fazenda em Nossa Senhora das Dores no início do mês passado.

 

Tentativa de Latrocínio

 

A ousadia dos marginais parece não ter fim e anda fazendo escola. Prova disso são os altos índices de adolescentes que entram no mundo do crime sob a prerrogativa de que as possíveis punições pelos delitos praticados são mais brandas. O mais recente caso registrado pela Delegacia Plantonista (Deplan) relata uma tentativa de latrocínio praticado por um adolescente de 16 anos que disparou dois tiros contra um homem após roubar o celular dele.

 

A vítima conta que trabalhava em uma obra no bairro Santa Maria, quando foi abordado pelo adolescente armado, e aparentando estar sob influência de droga, exigindo dinheiro e aparelho celular. Assustado, a vítima jogou o telefone no chão e saiu correndo. Neste momento o adolescente efetuou diversos disparos em direção a vítima, que foi atingida por dois tiros e caiu fingindo estar morta.

 

Em seguida o menor infrator se aproximou do corpo no chão e jogou o celular em cima dele, alegando que o telefone não teria valor nenhum de revenda. A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Governador João Alves Filho (HGJAF), aonde foi submetida a uma cirurgia para a retirada das balas.

 

Após o relato aos policiais, uma equipe da Polícia Militar (PM) saíram em diligência pelo bairro Santa Maria e apreendeu um adolescente com as mesmas características físicas que acabara de tentar assaltar uma farmácia na região. Na delegacia, a vítima reconheceu o suspeito como o autor da tentativa de latrocínio.

Você pode querer ler também