ARACAJU/SE, 19 de abril de 2024 , 5:58:22

logoajn1

Suspeitos de envolvimento em estupro coletivo são ouvidos no DAGV

Três dos cinco dos homens suspeitos de envolvimento no estupro coletivo ocorrido em um loteamento de São Cristóvão foram ouvidos nesta sexta-feira (17), no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV). A equipe da Delegacia Especial de Atendimento a Criança e Adolescente Vítima (DECAV) ainda investiga se outras pessoas participaram do crime que vitimou uma menina de 11 anos.

 

O teor dos depoimentos não foi revelado, mas a informação é que eles alegaram que o ato teria sido consensual. Em entrevista a uma emissora de TV, um dos suspeitos que tem 19 anos, tentou justificar o fato atribuindo a culpa a menina. “Vamos ver a responsabilidade dela. Dizendo que tem 14 anos e que não era mais moça”, alegou.

 

Relembre o caso

 

O fato aconteceu em um dos loteamentos do município de São Cristóvão e a vítima foi encontrada pela mãe, suja de sangue e com lesões pelo corpo. A garota contou aos familiares, que enquanto mantinha relações sexuais com um dos acusados, os outros dois envolvidos filmaram o ato e ameaçaram postar o vídeo em redes sociais, caso ela não transasse com eles.

 

Por medo da repercussão do caso, a vítima acabou cedendo e passou a ser abusada pela dupla. Ela teria passado mais de duas horas em poder dos criminosos. O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar de São Cristóvão, que comunicou o fato a polícia. A vítima foi submetida a exames no Instituto Médico Legal (IML) de Aracaju e mesmo sem a divulgação do laudo, a delegada confirmou a prática da violência contra a menina.

Você pode querer ler também