ARACAJU/SE, 20 de abril de 2024 , 7:40:14

logoajn1

Suspeitos de participação na morte de cobrador se entregam à polícia

Da redação, AJN1

 

Os dois últimos suspeitos de participação na morte do cobrador de ônibus David Jonathan Barbosa se apresentaram na tarde desta segunda-feira (18), à Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), na companhia de um advogado. Os supostos envolvidos foram identificados como Geovani Monteiro Dias, conhecido como “Tchi”, e João Marcos dos Santos, o “Galego”.

De acordo com o coordenador das Delegacias da Capital, delegado André Baronto, eles já tinham um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça desde a semana passada. Geovani e João Marcos já foram transferidos para o sistema prisional.

 

Adolescente

 

O adolescente infrator que efetuou o disparo fatal que atingiu o rodoviário foi apreendido no mesmo dia do crime e já encontra-se sob custódia no Centro de Atendimento ao Menor (Cenam).

 

O crime

 

O cobrador David Jonathan, de 26 anos, foi assassinado na tarde da última quarta-feira (13), durante um assalto ao ônibus que faz o itinerário Bugio/Atalaia, na altura da avenida Santa Gleide, no conjunto Bugio, Zona Norte de Aracaju. Ele foi alvejado com um tiro nas costas, desferido pelo adolescente, o qual alegou que "só atirou para assustar o motorista", que não queria abrir a porta do coletivo.

 

Revolta

 

Consternados com o crime, os rodoviários paralisaram as atividades horas depois, em protesto ao aumento da violência em Aracaju, principalmente, com relação aos assaltos ao transporte coletivo, que já somam mais de 1050 de janeiro a julho deste ano, segundo o sindicato da categoria.

 

Os trabalhadores, no dia seguinte ao crime, permaneceram com os braços cruzados e realizaram, à tarde, uma grande passeata, ao acompanhar o cortejo fúnebre que levava o corpo do cobrador em direção ao cemitério da Cruz Vermelha, em Aracaju.

 

Você pode querer ler também