Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Três pessoas morrem em confronto com a polícia em Aquidabã

 

Da redação, AJN1

O ex-presidiário Lúcio Barreto Guimarães,31, Elizânio Vieira de Souza, 42, e Aldevan José da Silva, 33, morreram durante uma troca de tiros com a equipe de policiais da Delegacia de Aquidabã. O confronto aconteceu no início da tarde desta terça-feira (3), quando os policiais tentavam cumprir mandados de prisão no povoado Lajes. O trio ainda chegou a ser levado com vida para o hospital de Aquidabã, mas não resistiram aos ferimentos.

O delegado Wanderson Bastos explicou que, ele e mais quatro policiais foram até o povoado para cumprir um mandado de prisão contra Lúcio, que respondia a processos roubo e tráfico de drogas em Aquidabã, Muribeca e Cedro de São João. Nos levantamentos realizados, o suspeito foi encontrado em uma propriedade rural, juntamente com Elizânio e Aldevan.

“Antes de invadirmos o local, ouvimos conversas do trio planejando a compra de um rifle e de uma pistola ponto 40. Ao entrarmos na residência, demos voz de prisão aos suspeitos, mas Lúcio não quis conversa e deu um tiro em minha direção de espingarda calibre 12 que por pouco não me atingiu”, explicou o delegado.

Na troca de tiros, os três suspeitos foram baleados e levados até o Hospital Santa Cecília, onde vieram a óbito. Com eles foram encontrados uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e uma Bereta 635 de fabricação italiana. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju, para serem necropsiados e depois liberados para o sepultamento.