ARACAJU/SE, 22 de julho de 2024 , 13:48:19

logoajn1

Violência doméstica: Delegacia Plantonista recebe 5 casos no último final de semana

Por AJN1

 

A Delegacia Plantonista de Aracaju registrou 5 casos de violência doméstica contra mulheres neste último final de semana. O primeiro caso ocorreu no município de Barra dos Coqueiros, região da grande Aracaju, no sábado(25).

 

A vítima havia saído com sua irmã e ao retornar para casa, por volta das 21h, encontrou seu companheiro aguardando sua chegada, tomado por ciúmes. O casal discutiu e quando a vítima informou ao seu companheiro que desejava a separação e se dirigiu para o quarto para fazer suas malas; foi segura pelo pulso, de forma violenta, e atirada na cama pelo marido que a imobilizou e iniciou as agressões. Após conseguir se desvencilhar, a vítima conseguiu abrigar-se no banheiro e realizar uma ligação para o CIOSP, tendo aguardado a chegada da Polícia Militar e realizado a prisão do agressor.

 

O segundo caso também ocorreu na Barra dos Coqueiros, no domingo(26).  Uma mulher foi vítima de agressões físicas praticadas pelo seu ex-marido, um ex-presidiário fugitivo do Presídio de São Cristóvão.  O acusado, que estava separado da esposa há um ano, invadiu a residência da irmã da vítima, onde se encontrava a ex-mulher, e passou a agredi-la fisicamente, causando-lhe lesões na cabeça e dores internas no corpo todo. A irmã dela também sofreu golpes e lesionou o joelho, perna, mão e cotovelo. A ex-mulher do agressor conseguiu ligar para a Polícia Militar e foi ameaçada pelo homem que disse que mataria a família toda sua família. O agressor foi preso.

 

Os outros casos de violência doméstica ocorreram no domingo (26) na capital (1 ocorrência), e região da grande Aracaju (2 ocorrências). No mais grave, em Nossa Senhora do Socorro, um ex-presidiário e usuário de crack que já havia sido denunciando por violência doméstica voltou a agredir a esposa, provocando lesões no rosto da vítima, que para se defender deferiu um golpe de arma branca nas costas do agressor. A mulher conseguiu fugir e ligar para a polícia, que foi até o local e conduziu o homem até a delegacia plantonista.

 

Você pode querer ler também