ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 19:32:35

logoajn1

“A Torre não agiu com lealdade”, diz prefeito João Alves Filho

 

Por Ivo Jeremias, Repórter AJN1

 

O prefeito de Aracaju, João Alves Filho, falou ao programa Comando Geral, da Rádio Jornal, sobre a questão dos atrasos na folha de pagamento. A crise entre o município e a empresa Torre, que deixou de recolher o lixo na semana passada alegando falta de pagamento, foi outro ponto discutido. De acordo com o prefeito, a empresa agiu de forma desleal descumprindo acordos e desrespeitou não só a prefeitura, mas também o aracajuano.

 

“Estamos em dificuldade, os repasses do governo federal têm sido menores, em 40 anos de vida pública é a primeira vez que convivo com este problema de folha de pagamento, 90% dos servidores receberam em dia, mas me incomoda bastante estes 10% que não receberam”.

 

Questionado se a empresa Torre estava chantageando a prefeitura de Aracaju com ameaças de greve, João Alves, optou por um tom mais ameno e informou que novas alternativas estão sendo estudadas para tornar o recolhimento de lixo mais eficaz.

 

“Eu prefiro dizer que eles não estão agindo com lealdade, estão tratando o maior clientes deles de forma abusiva, ameaçando com greve, mostrei que não vamos aceitar isto, mostrei os terrenos, que é possível pagar duas vezes o valor da dívida. Conversamos com um diretor da Torre e falamos abertamente sobre a questão, não escondemos nada, depois vem outro diretor e sem nos avisar inicia uma greve, é uma atitude irresponsável, já estou acostumado a levar coice, mas não admito que o aracajuano receba. Estamos estudando novas alternativas para tornar o recolhimento de lixo em Aracaju mais eficiente, algo mais ágil que licitação, mas não vou falar muito sobre isso agora por que não quero informar o inimigo”

 

Torre

 

O portal AJN1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da empresa Torre e foi informado, como de reiteradas vezes, que o responsável por responder as questões relativas à empresa, o gerente José Carlos Dias, ainda não estava na sede da Torre. O AJN1 está à disposição da Torre através do e-mail: ajn1@correiodesergipe.com e do telefone 9956-7784.

 

Foto: AAN

 

 

 

Você pode querer ler também