ARACAJU/SE, 16 de abril de 2024 , 23:59:30

logoajn1

André Moura comemora os 50 dias de governo de Michel Temer

Da redação, AJN1

 

O deputado André Moura (PSC-SE), líder do governo na Câmara, comemorou hoje (4) os 50 dias de gestão do governo do presidente interino Michel Temer (PMDB), que pulou na cadeira presidencial no lugar de Dilma Rousseff (PT), após os famigerados argumentos de pedaladas fiscais.

 

Para André, a estadia de Temer no poder está sendo um “período de realizações proveitosas para a nação”. Valendo-se dos números da economia, até então insignificantes para se comemorar, Moura põe seu chefe mor no patamar mais que elevado.

 

“Temos um saldo bastante positivo das ações do Governo, que pode ser medido a partir da aprovação de importantes projetos no Congresso Nacional e, em especial, de conquistas na economia, sendo as principais a queda do dólar – que fechou na sexta-feira, dia 1º, em 3,21 reais, a menor cotação há mais de um ano –, isso sem falar da retomada da confiança do consumidor, que subiu 3,4 pontos, fechando em 71,3%, segundo a Fundação Getúlio Vargas.”

 

Segundo Moura, graças à retomada do diálogo político, coisa que não ocorria no Governo passado, foi possível aprovar projetos essenciais. “E também destravar a pauta de medidas provisórias no Parlamento. Aprovamos a nova meta fiscal, a prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU), a Lei de Responsabilidade das Estatais e a pauta ambiental – o chamado ‘Acordo de Paris.”

 

Investidores

 

Moura disse ainda que, “aos poucos, a sensação de ausência de norte e de recorrentes improvisações, especialmente no tocante à economia, vem sendo substituída pela crescente crença [por parte dos investidores e de quem trabalha e produz] de que o País agora dispõe de lideranças equilibradas”.

 

Para o parlamentar, “a melhor notícia para os brasileiros é a de que o novo Governo já conseguiu o grande feito de reverter a tendência de piora das expectativas para a economia, principalmente no tocante a 2017. A projeção do PIB para o próximo ano gira em torno de 1%. O horizonte aponta para melhoras, com propostas realistas visando a estabilizar a dívida pública e permitir a retomada do crescimento, mesmo que neste ano a melhora ainda seja limitada.”

 

Por fim, André pede que os brasileiros mantenham as esperanças. “Aos brasileiros, pedimos que mantenham a esperança, na certeza de que o resultado desse esforço será, em breve, recompensado com um Brasil muito melhor e com muito mais diálogo.”
 

Você pode querer ler também