ARACAJU/SE, 16 de abril de 2024 , 0:45:28

logoajn1

“André Moura para quê?”, critica o senador Renan Calheiros

Da redação, AJN1

 

Nesta quinta-feira (19), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), criticou a indicação do deputado André Moura (PSC-SE) para comandar a liderança do governo do presidente interino Michel Temer na Câmara.

 

André é réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal e testa de ferro do deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), desafeto de Renan.

 

"É uma escolha do presidente da República. Por isso a pergunta: é o André Moura para o quê? Quais são os compromissos? Vamos dar efetividade em uma casa às matérias que foram aprovadas na outra? Ou vamos segmentar?", questionou o mandatário do Senado.

 

Para Renan, o Congresso deve passar para a sociedade a "clara convicção" de que o Brasil não pode dar errado. "Nós sabemos das dificuldades que o governo federal está tendo, da qualidade dos líderes que está tendo que escolher na outra Casa do Congresso. Mas no que depender do Senado, vamos fazer a nossa parte para colaborar com o Brasil, para fazer essas mudanças, para retomar o investimento, o crescimento", completou Calheiros.

 

Como a AJN1 informou ontem (18), Moura é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) sob a acusação de desviar dinheiro público e é investigado em pelo menos três outros inquéritos, como a suposta participação em tentativa de homicídio, além de esquema de corrupção da Petrobras.

 

Moura também já foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Sergipe  por improbidade administrativa.
 

Você pode querer ler também