Bolsonaro confirma leilão do Aeroporto de Aracaju até março

 

Da redação, Joângelo Custódio

O presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje (18), via Twitter, que até a primeira quinzena de março acontecerão 23 leilões para concessão de 12 aeroportos, entre eles o Santa Maria, em Aracaju. O valor com a arrecadação é superior a R$ 6,4 bilhões. Para se ter uma ideia, somente o aeroporto da capital sergipana está avaliado em R$255,1 milhões.

Esses editais preveem que sejam licitados para concessão à iniciativa privada, de uma vez, 12 aeroportos divididos em três blocos. Juntos, esses terminais recebem, por ano, 19,6 milhões de passageiros e respondem por 9,5% do mercado nacional de aviação.

De acordo com o presidente, os aeroportos regionais são os de Recife (PE), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB); Cuiabá, Rondonópolis, Alta Floresta e Sinop (MT); Vitória (ES) e Macaé (RJ).

“Todos os leilões dos aeroportos citados estão previstos para serem realizados até março deste ano, conforme anúncio feito pela @ppinvestimentos . Qualidade no serviço específico, empregabilidade e economia. Estes são apenas os primeiros passos dentro desta área”, escreveu Bolsonaro.

Além dos aeroportos, o Ministério da Infraestrutura ainda pretende arrendar mais 10 terminais portuários e a Ferrovia Norte-Sul ainda nos 100 primeiros dias de governo.

 Sobre o aeroporto

O Aeroporto de Aracaju, também conhecido como Aeroporto Santa Maria, existe desde 1952 (operacional efetivamente desde 1958), tendo sido incorporado à Infraero em 1975. Além disso, atende, principalmente, executivos e turistas em busca de negócios, de lazer e passeios que a região oferece.

O terminal conta também com operações diárias de helicópteros que transportam funcionários para as plataformas de petróleo do litoral de Sergipe e de Alagoas.

O Santa Maria conta com 15 voos diários autorizados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por quatro companhias aéreas, segundo dados da Infraero.

Veja a tabela dos aeroportos divididos em blocos.