ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 10:43:44

logoajn1

Câmara de Glória aprova reajuste salarial de prefeito, secretários e vereadores

Agência Jornal de Notícias

Joângelo Custódio

 

A crise econômica que desemprega e tortura centenas de sergipanos e brasileiros todo mês, parece que não chegou aos cofres públicos do município de Nossa Senhora da Glória, Sertão sergipano.

 

Isso porque os vereadores aprovaram ontem (30), durante a última sessão legislativa antes do recesso, o projeto de lei que reajusta o salário do prefeito, do vice, dos próprios vereadores e de secretários.

 

O salário do prefeito vai passar de R$ 24 mil para quase R$ 31 mil, e os vereadores passam de R$ 6 para R$ 7.500. O aumento entrará em vigor a partir de 2017.

 

As assessorias de Comunicação do prefeito Chico do Correio (PT) e do presidente da Câmara, José Etelvan Junior (PSD), não foram encontradas para falar sobre o projeto.

 

Mas fontes ligadas a Chico do Correio informaram ao AJN1 que ele não tem pretensões de vetar o aumento.

 

Repúdio

 

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nossa Senhora da Glória (Sindiserve-Glória) repudia o aumento. De acordo com nota enviada, o reajuste só deve acontecer no momento e nos mesmos índices dos reajustes dos vencimentos dos demais servidores públicos do município, conforme estabelece o artigo 13, VI, c, da Constituição Estadual de Sergipe.

 

"Da forma como está disposto nos projetos, além do aumento que se pretende impor agora, a remuneração do prefeito, do vice-prefeito e dos vereadores será reajustada novamente nos próximos anos, a cada vez que os demais servidores públicos do município, que recebem salários muito mais inferiores e bem distante da confortável realidade dos gestores, terão os devidos reajustes salariais em percentuais razoáveis e justos" diz o texto fo do Sindiserve.

 

Ainda conforme o texto, os valores pretendidos nos projetos são flagrantemente excessivos em relação à média salarial da população gloriense e inconciliáveis com a atual crise política que angustia todo o país. "Por isso, repudiamos os aumentos previstos nos mencionados projetos e solicitamos aos vereadores de Nossa Senhora da Glória que retirem os projetos de votação".

 

Boquim

 

Já no município de Boquim, na região Centro-Sul, a previsão é que o projeto de aumento dos salários do Executivo e Legislativo entre em pauta no mês de agosto, para descontentamento do povo.
 

Você pode querer ler também