ARACAJU/SE, 14 de julho de 2024 , 23:13:10

logoajn1

Caso das subvenções: oitiva de testemunhas segue nesta terça-feira,7

Neste terça-feira (07), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE) volta a ouvir as testemunhas referidas nos processos de irregularidades no repasse e na aplicação de verbas de subvenção social da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Estas testemunhas foram indicadas pela Procuradoria Regional Eleitoral após terem sido citadas por outras pessoas em fases anteriores de oitivas.

 

A partir das 8h, o juiz Fernando Escrivani Stefaniu ouvirá Edivânio Fonseca de Jesus, Elton Leandro Carvalho Oliveira e Gilvan da Silva Fonseca, ligados à Associação de Moradores de Moita Bonita e Maria Cardoso Vieira e Dilson Cavalcanti Batista Filho, ligados à Associação Antonio Vieira Lima Neto, de Itabaianinha.

 

No período da tarde, a partir das 16h, serão ouvidos Wacil Leandro De Moraes Junior, Augusto Cesar Melo de Souza e Luciana brito dos Santos Melo, ligados à Associação de Cooperação Agrícola do Estado de Sergipe (Acase); Diogo Andrade, vinculado ao caso da Sociedade Musical Lira Nossa Senhora da Purificação de Capela; Adailton Lima Silva, ligado à Associação Comunitária Nossa Senhora da Conceição do Povoado Cobra D'água, em Pacatuba, e Maria Valdiná, vinculada à Associação Comunitária Gabriel Arcanjo de Oliveira, de Tobias Barreto.

 

Relembre o caso – Em dezembro de 2014, a Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) ajuizou 25 ações contra 23 deputados da legislatura vigente à época na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), por irregularidades no repasse e na aplicação de verbas de subvenção social. Também foi processada a ex-deputada e atual conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Suzana Azevedo. Além de os valores terem sido repassados ilegalmente, por conta de proibição na legislação eleitoral, o levantamento inicial identificou pelo menos R$ 12,4 milhões desviados de sua finalidade.

 

 * com informações do MPF

Você pode querer ler também