ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 7:03:38

logoajn1

Cerca de 50 prefeituras paralisam atividades por 24h em SE nesta terça, 29

Nesta terça-feira (29), cerca de 50 prefeituras dos municípios sergipanos paralisam as atividades durante 24 horas. Os motivos do protesto recaem sobre o corte de repasses de receita para os municípios, principalmente o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Segundo a assessoria de comunicação da Federação dos Municípios de Sergipe (Fames), os cortes dos repasses existem há seis anos e vem contrariando os prefeitos sistematicamente em todo o país.

“Agora em setembro tivemos uma queda de 40% no FPM em relação ao mesmo período de 2014. As despesas aumentaram, a folha de pagamento cresceu, o piso dos professores aumentou, o salário mínimo também e as receitas estão despencando. Essa paralisação é justamente para chamar atenção das pessoas sobre a crise financeira enfrentada pelos municípios sergipanos”, destaca o assessor Cícero Dantas, ao enfatizar que a verba do fundo depositada em setembro de 2014 foi de R$ 54.503 milhões, já em 2015 esse valor caiu para R$ 33.692 milhões, um déficit de mais de quase R$ 21 milhões.

Nesta terça, os prefeitos também participam da sessão especial na Assembleia Legislativa (AL), a partir das 9h. Ocasião em que os gestores apresentarão todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios com o objetivo de encontrar uma solução para minimizar os efeitos da crise.

Apenas os serviços de saúde serão mantidos à população nos municípios que aderiram à paralisação. 

Você pode querer ler também