ARACAJU/SE, 13 de abril de 2024 , 18:53:44

logoajn1

Com 367 votos, Câmara dá aval ao processo de impeachment de Dilma

Da redação, AJN1

 

A Câmara dos Deputados aprovou o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na noite desse domingo (17) histórico. Durante seis horas de votação no plenário da Câmara dos Deputados, foram 367 votos a favor e 137 contra. Abstenções e ausências somaram nove. O 342º voto em favor do impedimento, atingindo a barreira de 2/3 da Casa necessários para a aprovação, foi dado pelo deputado Bruno Araújo (PSDB-PE).

 

A derrota na Câmara não significa o afastamento imediato de Dilma. A decisão dos deputados precisará ainda ser confirmada por maioria simples pelo Senado, o que deve acontecer até o início de maio.

 

O Senado terá dois dias para receber a comunicação da abertura e formar uma comissão especial para analisar a admissibilidade do caso. No cenário atual, a tendência é de que os senadores também aprovem a abertura do processo.

 

Caso isso ocorra, Dilma será afastada por até 180 dias e julgada pelo plenário da Casa, numa liturgia comandado pelo ministro presidente do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski.

 

Sendo assim, assumirá a Presidência, durante o julgamento, o vice Michel Temer (PMDB), o qual rompeu publicamente com a mandatária desde dezembro e acusado por ela ser golpista e conspirador.

Você pode querer ler também