ARACAJU/SE, 29 de fevereiro de 2024 , 16:24:58

logoajn1

Dono da empresa Torre recebe alta do Hospital de Cirurgia

 

Da redação, AJN1

O dono da empresa Torre, José Antônio Torres Neto, recebeu alta médica na manhã de hoje (19) do Hospital de Cirurgia, local onde permaneceu internado desde o último dia 15, após ser transferido do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), com quadro de crise hipertensiva. Ele chegou a ser submetido uma cineangiocoronariografia – cateterismo. A Secretaria de Segurança Pública ainda não informou para aonde ele será conduzido.

Em nota, o Dr. Marcos Serra confirma que o empresário recebeu alta e que, após estabilização clínica e realização de exames para esclarecimento diagnóstico, o paciente deve continuar seu tratamento ambulatoriamente.

Prisão

José Antônio foi preso preventivamente no último dia 9 de abril, em Salvador (BA), por ser acusado de fraude processual majorada, no caso que apura supostas irregularidades nos contratos da coleta de lixo da capital. Desde a prisão do empresário que a defesa dele tenta, na justiça, a concessão da sua liberdade. Depois de ter negado o habeas corpus, os advogados entraram com um pedido de prisão domiciliar em virtude de problemas de saúde que José Antônio estaria enfrentando. No entanto, os argumentos não foram aceitos.

Na sexta-feira (14) houve um novo pedido em favor do empresário. No entanto, o desembargador plantonista entendeu que o caso deve ser apreciado pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça e autorizou apenas a permanência dele na carceragem da 8ª Delegacia Metropolitana (DM) até que o pedido de prisão domiciliar seja julgado, o que pode acontecer ainda nesta segunda-feira (17).

Investigação

O inquérito que apura possíveis irregularidades nos contratos de prestação dos serviços de coleta de lixo em Aracaju teve início com a operação Babel, deflagrado pelo Departamento de crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap).

Na primeira fase da operação houve o cumprimento de mandados de busca e apreensão nas sedes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e na empresa Torre. Já na segunda, o empresário José Antônio foi preso preventivamente em um hotel na capital baiana.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), no cumprimento de mandados de busca e apreensão, o empresário entregou aparelhos celulares diferentes dos que foram solicitados na ordem judicial. Além disso, no momento da prisão, ele teria tentado esconder um aparelho celular no lixeiro do banheiro do hotel.

 

Você pode querer ler também