ARACAJU/SE, 20 de julho de 2024 , 1:08:37

logoajn1

Estudos para duplicação da BR 235 devem ser lançados até o final do ano

Os estudos de viabilidade para a obra de duplicação da BR-235 serão lançados até o final. Foi o que garantiu o diretor do Departamento Nacional e Transporte (DNIT), Valter Casimiro, na tarde de ontem,10, ao governador Jackson Barreto, que visitou o órgão para cobrar também providências em relação à duplicação da BR-101, entre os municípios de Estância e Cristinápolis

 

“Temos responsabilidade com o desenvolvimento de Sergipe. Essas obras de duplicação são fundamentais para o escoamento das atividades produtivas de nosso estado e não vamos descansar até conseguir finalizar a duplicação da BR- 101 e iniciar a duplicação da BR-235”, disse o governador Jackson Barreto.

 

O governador explicou que com a pavimentação de mais de 80 quilômetros, que está em andamento no trecho entre Sergipe e o município baiano de Jeremoabo, vai aumentar muito o fluxo na BR-235 no trecho sergipano.

 

“Precisamos nos preparar para receber este fluxo e a duplicação vai ser fundamental para suportar esse movimento, que vai aumentar quando começarem a escoar as atividades produtivas daquela região”.

 

O diretor do DNIT, Valter Casimiro Silveira informou que a licitação ocorrerá em outubro. “Uma das prioridades da presidente Dilma Rousseff é a duplicação Nordeste da BR-101. Temos que reconhecer a importância da BR-101 e fazer a obra. Comprometo-me a licitar o trecho em outubro”, declarou.

 

Jackson cobrou também agilidade na reforma do trecho da BR-101 que cedeu próximo ao povoado Quissamã, no município de São Cristóvão. A obra foi iniciada, mas precisa de mais celeridade para dar mais segurança para quem trafega na região.

 

BR 235

 

BR-235 é uma rodovia que liga Aracaju, em Sergipe, ao Campo de Provas Brigadeiro Veloso em Novo Progresso, no Pará. Ao longo do seu percurso, atravessa os estados de Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão Tocantins e Pará.

 

 Não há asfalto na maior parte da rodovia, e ainda há muitos trechos inexistentes. Basicamente só há asfalto no Estado do Sergipe, entre as cidades de Petrolina(PE) e RemansoBA), e no trecho entre Guaraí(TO) e Santa Maria do Tocantis(TO). No Maranhão ainda não há nenhum trecho construído da rodovia, enquanto que no Pará o único trecho existente é o pequeno trecho de 21km entre a travessia do rio Araguaia (via balsa) e a cidade de Santa Maria das Barreiras.

 

 

BR 101

 

Atravessando 12 estados brasileiros (Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), a BR-101 é tida como uma das mais importantes rodovias federais do país e corredor de tráfego de mercadorias. Em Sergipe, a malha tem 206 quilômetros de extensão e os trabalhos de duplicação foram divididos em cinco lotes de pavimentação: o primeiro lote vai do município de Própria (km 0) ao município de Capela (km 40); o segundo lote vai do km 40 ao km 77,3 (povoado de Pedra Branca); o terceiro, vai do km 93,4 (município de Nossa Senhora do Socorro) ao km 123 (município de Lagarto); o quarto, percorre do km 123 ao km 153 (em Estância) e o quinto lote vai de Estância (km 153) até a divisa com o estado da Bahia (em Cristinápolis, km 206).

 

* com informações da ASN

Foto: ASN

Você pode querer ler também