ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 11:17:13

logoajn1

Novo acelerador linear chega ao setor oncológico do Huse

 

O Centro Oncológico Oswaldo Leite do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) recebeu nesta quinta-feira (21), um novo acelerador linear para ampliar a assistência oncológica na rede pública de Saúde. O equipamento de radioterapia irá somar ao atual aparelho 3D, instalado há mais de 17 anos, dobrando a capacidade de atendimento diário da Unidade de 70 para 140 pacientes.

O novo aparelho é fruto da parceria entre o Ministério da Saúde (MS), o governo de Sergipe, e será instalado no ‘bunker’ construído na área externa do Huse. Ambos (acelerador e bunker) integram o Plano de Expansão da Radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS) do Ministério da Saúde.

O governador Jackson Barreto disse que a aquisição desses novos equipamentos aumentarão a qualidade de vida e trarão esperança para muitos sergipanos. “É uma vitória do nosso povo e da Saúde. Sabemos do sofrimento dessas pessoas, mas a burocracia do governo federal e o processo de importação desses equipamentos, vindos do Canadá, demorou muito. As ações do governo do Estado, através da Secretaria da Saúde, e o empenho pessoal do secretário Almeida Lima fez com que esse equipamento chegasse aqui no nosso estado no dia 21 de setembro, dia da Primavera”.

Antes de começar a operar, o equipamento passará por testes de condicionamento e aceitação e, em seguida, as equipes que irão manuseá-lo farão treinamento.

Representante do Grupo Mulheres de Peito, Sheila Galba considera a chegada do acelerador mais uma vitória para pacientes e demonstra o empenho do governo em melhorar a assistência oncológica para usuários da rede pública. “A chegada do acelerador prova que o governo vem se esforçando para melhorar a assistência. Desde que começamos essa luta por uma saúde mais digna, tudo que pedimos foi atendido pelo governo e secretaria. Sabemos que temos problemas com exames e medicamentos, mas os avanços estão acontecendo. O governador tem um olhar sensível para nossa causa”, afirmou.

Com informações da ASN

 

 

 

Você pode querer ler também