ARACAJU/SE, 25 de fevereiro de 2024 , 6:00:10

logoajn1

PL proíbe motorista exercer função de cobrador

O vereador Camilo Lula (PT), propôs o Projeto de Lei que proíbe os motoristas de ônibus de exercerem também a função de cobrador. A propositura tem por objetivo a regulamentação da função de motorista e a de cobrador de empresas concessionárias do serviço de transporte público do município de Aracaju, tendo em vista a atual condição de alguns motoristas que realizam as duas funções.

Para o vereador o acúmulo das duas funções chega a ser desumano. “Eu propus esse projeto de lei porque eu sou usuário do sistema de transporte público de Aracaju e sei que os motoristas trabalham, muitas vezes ultrapassando a sua jornada, têm que ter atenção cuidadosa no trânsito e ainda têm que cuidar da segurança dos passageiros, observarem as portas, se tiver um cadeirante, por exemplo, o motorista tem que descer para ajudar e atrasar a viagem de todos os passageiros do ônibus”, explicou o vereador.

Um motorista de ônibus que preferiu não se identificar por medo de retaliações, afirmou que as empresas de ônibus, ao contratar novos motoristas, estão pedindo que eles assinem um termo que os obriga a exercer as duas funções em caso de necessidade da empresa. “Além de tirar os empregos dos cobradores, que são pais de família, a gente que é motorista tem que prestar atenção no ônibus, organizar as portas, cobrar e muitas vezes a gente passa do horário quando atrasa a viagem por estar cobrando, então o que era para ser uma jornada de oito horas se torna uma jornada de 10 ou 13 horas, então isso é impossível”, expõe o motorista.

De acordo com o parlamentar, a dupla função coloca em risco o motorista, os usuários, os pedestres e os outros condutores no trânsito, além de elevar a um grau insuportável o estresse dos rodoviários, criando o ambiente propício para o aumento do número de acidentes com vítimas. Prestar atenção no trânsito, liberar as catracas (que mesmo com bilhetagem eletrônica necessitam da ação dos motoristas), receber o dinheiro e dar o troco (que várias vezes falta), dar informações, são funções que atrapalham a concentração do motorista, podendo causar acidentes.

Você pode querer ler também