ARACAJU/SE, 17 de julho de 2024 , 12:25:26

logoajn1

Plano Diretor: construção civil participa das discussões

 

Como forma de garantir a participação de todos os segmentos da sociedade nas discussões que resultarão no Projeto de Lei de revisão do Plano Diretor de Aracaju, o secretário municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplog), Igor Albuquerque, e a equipe técnica responsável pela elaboração do projeto, receberam na manhã desta terça-feira, 22, empresários do setor da construção civil.

 

Contando com representantes da Associação de Dirigentes das Empresas da Indústria Imobiliária (Ademi), Associação Sergipana de Empresas Públicas e Privadas (Asseop) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), a reunião serviu para que os representantes destes órgãos tomassem conhecimento do resultado do diagnóstico da cidade e do que vem sendo discutido durante as audiências públicas. Uma nova reunião já está agendada para o dia 14 de outubro.

 

O secretário Igor Albuquerque explica que nesse momento a prefeitura está reformando uma legislação que mexe com questões atinentes também ao mercado da construção civil. "A administração do prefeito João Alves tem a exata noção da absoluta prevalência do interesse público sobre o privado. Por outro lado, a prefeitura não pode, dentro da atual dinâmica do país, ser empecilho para o desenvolvimento da cidade, um desenvolvimento que também é feito pelas empresas da construção civil que, inclusive, são responsáveis pelo pagamento de vários impostos e também pela contratação de grande número de trabalhadores. Estamos abertos à discussões e consideramos muito importante ouvir todos os segmentos, deixando claro que a Prefeitura, enquanto órgão que propõe a legislação que vai regular o desenvolvimento da cidade, tem a intenção de não atrapalhar o desenvolvimento da cidade. Por outro lado, temos o compromisso de manter o desenvolvimento de Aracaju dentro de uma linha que atenda a população como um todo, privilegiando o interesse público", disse.

 

O empresário Luciano Barreto, presidente da Asseop, fez questão de elogiar a iniciativa da Prefeitura de Aracaju em buscar ouvir todos os seguimentos. "É uma iniciativa importante da prefeitura, através do secretário Igor Albuquerque e de sua equipe. Esse é um plano que deve ser muito debatido, principalmente no momento em que o país atravessa talvez a maior crise de sua história recente. É importante que se agregue nessa discussão elementos importantes como o mercado. Não adianta onerar e fazer com que o número de compradores diminua. Com isso perde não só a Prefeitura como  a sociedade. Esperamos chegar a um final feliz", frisou.

 

Mário Nunes, presidente da Ademi, foi outro que elogiou a iniciativa da prefeitura. "A importância dessa reunião é muito grande, uma vez que a Seplog nos dá abertura para discussão. Apresentar o Plano Diretor a instituições como a Asseop, Sinduscon e Ademi coloca essas associações no âmbito da revisão do Plano Diretor. O nosso objetivo é contribuir e fazer com que cada vez mais sejam melhoradas as atividades do segmento imobiliário, para que possamos oferecer melhores e mais confortáveis empreendimentos para a população", fala.

 

"Esperamos que o projeto seja o mais equilibrado possível, que atenta a todos os segmentos da sociedade. Isso é o que o segmento da construção civil está defendendo aqui. Precisamos ver no que é possível melhorar o projeto, mas ressalte que ele tem que servir a todos. Isso é o que todos almejam", frisou Eduardo Barreto, também da Ademi.

 

Fonte: Ascom Seplog

Você pode querer ler também