ARACAJU/SE, 24 de abril de 2024 , 20:10:34

logoajn1

Prefeito João Alves envia à Câmara Projeto de Lei que congela o IPTU por 4 anos

 

Da redação, AJN1

 

O prefeito João Alves Filho (DEM) encaminhou hoje (16), à Câmara de Vereadores de Aracaju, o Projeto de Lei Complementar (PLC) que congela o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pelos próximos quatro anos.

 

O assunto foi a pauta do dia na sessão plenária e provocou a reação, positiva, de muitos vereadores, dentre eles, a do presidente da Casa, Vinícius Porto (DEM).

 

“Só um estadista e um grande líder tem sensibilidade e consegue adotar esse tipo de medida. O prefeito João Alves Filho dá uma demonstração de compromisso e respeito ao povo de Aracaju, ao enviar para o Legislativo Municipal, um Projeto de Lei Complementar (PLC) que congela o IPTU pelos próximos quatros anos”, afirmou Vinicius.

 

Ainda em seu discurso na tribuna, Vinícius disse que, ao congelar o IPTU, o prefeito João Alves “cala a boca da oposição, que lhe fez críticas contundentes, sem embasamento e de forma politiqueira. Não adianta fazer discursos, sem base. Não adianta a crítica pela crítica, pois o prefeito João Alves é um homem sensato e tem compromisso com o povo de Aracaju”, frisou Vinicius.

 

Reajuste

 

Porto lembrou ainda que, na época em que foi votado o reajuste do IPTU, a oposição atacou o prefeito. “Na ocasião, de forma responsável, o prefeito contratou uma empresa para fazer uma planta geográfica da cidade para corrigir algumas distorções dos valores dos imóveis”, afirmou, ressaltando que, em seguida a Câmara aprovou a propositura.

 

Crise financeira

 

A crise financeira enfrentada pelo país e as dificuldades enfrentadas pela população são os principais motivos para a redução do IPTU, afirma Porto. “As pessoas estão tendo dificuldade em pagar o IPTU. Agora, com a aprovação desse projeto, a população aracajuana será beneficiada”, disse.
 

Você pode querer ler também