ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 10:11:09

logoajn1

Promotoria Criminal oferece denúncia contra Mundinho e irmãos Vasconcelos

A 1ª Promotoria Criminal de Lagarto ofereceu denúncia contra Raimundo Lima Vieira (ex-deputado Estadual Mundinho da Comase), Augifranco Patrick de Vasconcelos e Ygor Henrique Patrick de Vasconcelos, pela prática dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, relativos a desvios das verbas de subvenções da Assembleia Legislativa de Sergipe ocorridas no ano de 2014. 

Todos os três acusados já haviam sido presos no último mês de julho por determinação do Juiz da Vara Criminal de Lagarto, por envolvimento em esquema de desvio de verba de subvenção social que era remetida para a Associação Ala Jovem de Lagarto, a qual é presidida por Augifranco Patrick.

Nas investigações que foram promovidas pelo Ministério Público em Lagarto, foi apurado que os três denunciados formaram um esquema de desvio das verbas de subvenção social que eram remetidas para a Associação Ala Jovem de Lagarto por indicação do ex-deputado Mundinho da Comase. O dinheiro remetido para a associação era gasto com contratos fraudulentos e superfaturados firmados com a empresa MP10 Empreendimentos Artísticos Ltda, esta pertencente aos próprios irmãos Augifranco e Ygor Vasconcelos, sendo que o valor dos cheques supostamente emitidos para pagar os contratos nunca ia de fato para a empresa, mas sim era rateado entre os envolvidos através de operações bancárias.

Todos os evolvidos já respondiam ação por improbidade administrativa pelo desvio de verba operado, sendo que agora também passam a responder criminalmente pelos delitos praticados. As penas previstas para os crimes de peculato e lavagem de dinheiro podem chegar a 12 e 10 anos de reclusão, respectivamente.

Você pode querer ler também