ARACAJU/SE, 1 de março de 2024 , 19:04:47

logoajn1

Aplicativo vira ferramenta para projeto de emagrecimento

 

Vivemos a era dos aplicativos, muitos deles auxiliando nos cuidados com a saúde. Em Aracaju, a coach de Emagrecimento e Imagem, Laura Colares, resolveu utilizar o aplicativo de mensagens mais usado do mundo de acordo com a consultoria On Device, o WhatsApp, para  ministrar técnicas saudáveis para perder peso sem sofrimento. A profissional criou um grupo, onde os participantes são desafiados durante 30 dias a emagrecer de forma consciente. O projeto já tem duas edições de sucesso na capital sergipana, na primeira turma, a participante que mais emagreceu perdeu 7 kg, e na segunda turma a primeira colocada reduziu 6,3 kg.

Um dos pontos interessantes do desafio, é que não é exigido dieta dos participantes. “No período do desafio 30 dias não apresento ou exijo dieta, o trabalho é feito com exercícios mentais e algumas dicas de alimentos que irão contribuir para o processo de emagrecimento dos participantes, e os resultados estão sendo maravilhosos com este novo modelo”, explica a coach. Ela ressalta ainda que as semanas são trabalhadas de forma temática. “A cada semana trabalho com um tema que vai guiando e potencializando os resultados, desde que a pessoa esteja 100% comprometida com o desafio”, afirma.

O grupo conta ainda com o auxílio da nutricionista Bianca Campos que contribui com dicas de boa alimentação. A medida que as tarefas vão sendo passadas, os participantes se empolgam, e acabam compartilhando informações do que estão comendo e como estão executando as atividades, o que acaba incentivando os demais.

Na primeira edição do desafio, quem mais emagreceu foi a participante Fabiana Oliveira que perdeu sete quilos, levando o prêmio do primeiro lugar, um pacote com 10 sessões individuais presenciais de coach. “Eu vi nesse projeto a oportunidade que eu precisava para mudar hábitos, tanto alimentares, quanto rotinas diárias. Os benefícios foram surgindo aos poucos, com os exercícios mentais, ajudando a manter o foco e concentrando no objetivo. Senti de imediato que melhorei em controlar a vontade de comer e também a reprogramar o horário de dormir e de acordar, passei a acordar mais cedo para realizar as atividades físicas, o impacto foi direto, alterou minha relação entre o alimento e o apetite, o desafio me deu a chance de acreditar em mim mesma”, relata.

Na segunda edição, a primeira colocada no desafio foi a participante Wanne Naihara, gerente de uma rede de fast food. “No início não acreditava que eu poderia mudar os meus pensamentos e até demorei a entrar no desafio. Mas entrei e confiei plenamente em Laura. Para mim não foi fácil até pelo fato de trabalhar numa rede de fast food( com tantas tentações: sanduíche, batata, refrigerante, sobremesas). Mas eu consegui , eliminei 6,3 kg. E hoje eu tenho uma mente magra e tento disseminar nas outras pessoas que a gente consegue. O prazer de comer algo é momentâneo, mais o prazer e a satisfação de ter a mente magra é eterna”, comemora.

Já a professora Cristiane Pereira perdeu 6 kg. “Todo o processo para mim foi prazeroso pois estava a procura de algo novo e incentivador para a perda de peso. Os desafios propostos foram legais pois exigiam de nós um esforço mínimo e gradativo semana após semana”, afirma.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Você pode querer ler também