ARACAJU/SE, 18 de maio de 2024 , 4:58:59

logoajn1

Coren/SE e MPE encontram irregularidades no hospital São Lucas

Durante fiscalização realizada na noite de terça-feira (6), o Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren/SE) e o Ministério Público de Sergipe (MP/SE) encontraram medicamentos vencidos nos carrinhos de primeiros socorros há mais de seis meses, no hospital São Lucas, em Aracaju.

A fiscalização foi encabeçada pela presidente do Coren/SE, enfermeira Maria Cláudia Tavares de Mattos, que esteve acompanhada da promotora de Justiça da Promotoria de Defesa do Consumidor, Euza Missano Costa. Considerando que o serviço fiscalizado é privado, o MPE reconhece como direito do consumidor a prestação de um atendimento de qualidade, como exigido por lei.

No maior hospital privado de Sergipe, a fiscalização encontrou outras irregularidades, dentre elas o déficit de profissionais de enfermagem, acarretando sobrecarga de trabalho e prejuízos à assistência.
 

Durante a vistoria, a equipe de fiscalização foi recebida pela coordenadora de enfermagem e pela supervisora do hospital e enfermeiras do plantão que acompanharam toda a vistoria.

A presidente do Coren/SE informou que o hospital receberá o relatório final para os ajustes adequados e uma cópia será enviada ao Ministério Público de Sergipe.

O Conselho tem o prazo de 15 dias para a entrega do relatório e o hospital, a partir da data de recebimento, terá 30 dias para se manifestar quanto às irregularidades encontradas. O Conselho acompanhará o andamento para que as irregularidades sejam sanadas.
 

Você pode querer ler também