Hospital João Alves recebe 6 vítimas de queimaduras

Da redação, AJN1

 

Nas comemorações alusivas a São Pedro, a Unidade de Terapia de Queimados (UTQ) do Hospital Governador João Alves Filho, em Aracaju, recebeu 6 pacientes vítimas de queimaduras. Neste mês de junho, já foram computados 81 casos de queimados decorrentes de manejos incorretos com fogueiras e fogos de artifício. Todos os 16 leitos da UTQ estão ocupados.

 

A falta de prevenção das pessoas ainda é o maior agravante. As estatísticas, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, aumentaram em cerca de 60% com relação ao mesmo período do ano anterior, que registrou 63 pacientes queimados no total.

 

Os casos de queimaduras registrados no hospital foram diversos, desde acender fogueiras com álcool ou ‘tiner’, fogos de artifício, líquidos quentes e queda em fogueira. No entanto, a gravidade dos casos chama a atenção: muitas queimaduras na face, tórax e membros superiores, além de amputações.

 

Ontem (28), um homem que estava internado na UTQ desde o dia de São João veio a óbito. Ele teve mais de 60% do corpo queimado ao tentar acender uma fogueira com substância altamente inflamável.