Máquina de radioterapia do Hospital de Cirurgia só deve voltar a funcionar nesta sexta-feira

Da redação, AJN1

 

O aparelho de radioterapia do Hospital de Cirurgia está parado há uma semana devido a quebra de uma peça no cabo, denominada de colimador, responsável por suavizar a radiação no corpo dos pacientes. Mas o técnico responsável pelo conserto só chegou hoje (6) de Minas Gerais, já com a peça em mãos.

 

De acordo com o diretor-presidente do hospital, Gilberto Santos, com as chegadas do técnico e da peça, o aparelho deve voltar a funcionar até a sexta-feira (8).

 

“O técnico está trabalhando nessa máquina. Amanhã ou no mais tardar sexta-feira, esperamos reiniciar o tratamento aos pacientes. A quebra desse equipamento se dá por excesso de uso, fadiga do material. Estamos trabalhando para restabelecer a normalidade o mais rápido possível. A peça quebrou na última quarta e no mesmo dia chamamos o técnico e a compra da peça”, justificou Gilberto.

 

A máquina tem 30 anos de uso e realiza cerca de 60 sessões por semana, atendendo a uma média de 240 pacientes por mês.

 

Mulheres de Peito

 

Para tentar solucionar o problema, integrantes do grupo Mulheres de Peito – formado por pacientes do Hospital de Urgência de Sergipe e do Cirurgia – reuniram-se hoje com dr. Gilberto para tentar formar uma parceria, pautada no diálogo e ações preponderantes para que os defeitos não ocorram mais e não prejudiquem tanto os pacientes.

 

“A reunião foi proveitosa e estamos acompanhando essa luta. “Mudamos apenas de hospital, mas as radioterapias e quimioterapias do Cirurgia continuam com problemas. Só para se ter uma ideia, no mês de março o aparelho radioterápico só funcionou seis dias, enquanto o setor de quimioterapia está sem fornecer o remédio há 40 dias. O dr. Gilberto se comprometeu ao funcionamento da máquina até sexta-feira e os remédios foram comprados de uma clínica particular e devem chegar nos próximos dias”, revelou Sheila Galba, presidente do grupo.