ARACAJU/SE, 18 de julho de 2024 , 9:19:05

logoajn1

Perigo à vista: Sergipe pode enfrentar epidemia de dengue no início de 2016

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reuniu na manhã desta quarta-feira (4), todos os gestores municipais de Saúde para apresentar os índices de incidência da Dengue, Febre Chikungunya e Zica Vírus em Sergipe este ano. E os números não são nada animadores. Em 2015 até dia 14 de outubro, foram notificados 7.449 mil casos de dengue e 2.904 mil confirmações.

 

De acordo com os dados, seis municípios estão com alto risco de infestação da dengue, o que pode levar a uma epidemia da doença em pleno verão. A SES apresentou também os dados do último Levantamento Rápido do Índice de Infestação (LIRAa), o qual aponta seis municípios sergipanos com índices alarmantes de infestação do mosquito Aedes Aegypti. São eles: Pedrinhas, Siriri, Cedro do São João, Itabaianinha, Salgado e Simão Dias.

 

De acordo com o secretário de saúde, José Sobral, o governo está adotando ações para evitar uma epidemia de dengue como a que ocorreu em 2008.

 

“Estamos vendo uma crescente na infestação do mosquito em todos os municípios de Sergipe. Estamos apresentando e antecipando o plano de combate, o período crítico da dengue é janeiro e fevereiro, e por isso a gente tem que antecipar esse trabalho. Estamos fazendo um planejamento não só atuando no município, mas trazendo o município para discutir conosco as ações que precisamos desenvolver em cada localidade. Nossa proposta é um trabalho conciliatório com toda equipe do estado e município”, reforçou o gestor.

 

Sobral disse ainda o Estado sozinho não vencer a dengue e que a colaboração de toda sociedade será crucial. 

 

“Já tivemos pequenos surtos este ano, a exemplo de Laranjeiras, Riachuelo, Maruim, Tobias Barreto, Cristinápolis, então estamos atuando preventivamente, estabelecendo uma linha de trabalho, pedindo que os secretários dos municípios notifiquem os casos para que a gente tenha  visibilidade nos cadastros para que o Ministério da Saúde possa nos enxergar, mas também lembramos que é importantíssimo a participação da população nesse combate, a conscientização e o cuidado da população é determinante para um combate à dengue”, enfatiza Sobral.

 

Chikungunya

 

A SES confirmou 37 casos de Chikungunya em Sergipe este ano. Em Aracaju foram 12 casos, 13 em Tobias Barreto, 8 em Cristinápolis, 3 em Rosário do Catete e 1 na Barra dos Coqueiros. Ainda não há confirmação de Zica em Sergipe, o que não significa que o estado está livre da doença. 

Você pode querer ler também