ARACAJU/SE, 13 de abril de 2024 , 19:16:20

logoajn1

Sete municípios apresentam alto índice de infestação do Aedes

Da redação, AJN1

 

Sete municípios apresentam sérios riscos de surto e epidemias do mosquito Aedes aegypti. É o que aponta o Levantamento Rápido de Índices de Infestação para Aedes aegypti (LIRAa) do mês de julho, feito pelo Núcleo de Endemias da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado hoje (25).

 

A média é assustadora e os municípios que mais apresentam risco são: Aquidabã (5,9), Carira (8,2), Cedro de São João (6,4), Itabaiana (6,7), Nossa Senhora Aparecida (4,8), Porto da Folha (5,0) e Simão Dias (7,7).

 

O LIRAa foi realizado em 53 municípios no período pré-agendado pela coordenação do Núcleo de Endemias. Aracaju teve um contratempo na participação do Levantamento em virtude da paralisação dos agentes de endemias municipais.

 

“Por Sergipe estar em um período de clima mais ameno, infelizmente os índices nos deixam preocupados. São municípios que precisam de uma atenção redobrada da gestão municipal e, principalmente, da população", ressalta Sidney Sá, gerente do Núcleo de Endemias da SES.

 

Médio risco

 

Conforme o LIRAa, 33 municípios foram considerados de médio risco: Areia Branca (1,4), Barra dos Coqueiros (1,1), Boquim (3,1), Campo do Brito (2,52), Capela (1,5), Carmópolis (2,7), Estância (1,6), Feira Nova (2,4), Frei Paulo (2,9), Itabaianinha (2,3), Itaporanga D'ajuda (1,2), Japaratuba (2,5), Lagarto (1,9), Laranjeiras (2,3), Maruim (2,4), Monte Alegre de Sergipe (3,4), Neópolis (2,2), Nossa Senhora da Glória (3,7), Nossa Senhora das Dores (2,8), Pedrinhas (3,6), Pinhão (2,2), Poço Verde (1,5), Propriá (1,5), Riachuelo (1,4), Ribeirópolis (1,1), Rosário do Catete (1,8), Santo Amaro das Brotas (1,4), São Cristóvão (2,9), São Domingos (3,7), Siriri (1,3), Tobias Barreto (1,3), Tomar do Geru (2,9). Aracaju encontra-se com índice 1,6 (até o dia 15 de julho).

 

Baixo risco

 

Já 13 municípios apresentaram resultados abaixo de 1%, cuja classificação é de baixo risco: Arauá (0), Canindé do São Francisco (0,3), Cristinápolis (0,9), Indiaroba (0,9), Japoatã (0,9), Malhador (0,9), Moita Bonita (0), Nossa Senhora do Socorro (0,8), Pirambu (0,9), Poço Redondo (0,8), Salgado (0,4), Santana do São Francisco (0,6), Umbaúba (0,7).

Você pode querer ler também