ARACAJU/SE, 28 de fevereiro de 2024 , 9:46:48

logoajn1

Pescadores protestam contra atraso no seguro defeso

Da redação, AJN1

Devido a atrasos no pagamento do Seguro Desemprego do Pescador Artesanal, também conhecido como “seguro defeso”, cerca de 100 pescadores da Colônia Z2, do município de São Cristóvão, realizaram um protesto em frente a garagem do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na sede do bairro Jardins, na capital sergipana.

A categoria, formada na sua maioria por mulheres, afirma que não recebe o pagamento do seguro há quatro meses, e que a gerência do INSS em Sergipe não dá esclarecimentos convincentes sobre os motivos do atraso.

O valor do benefício é de um salário mínimo (R$998,00), uma assistência financeira temporária, pago ao pescador que não tenha outra fonte de renda durante a piracema – período em que não é permitido pescar devido à reprodução dos peixes.

O pagamento é feito pela Caixa Econômica Federal.

O que diz o INSS

Segundo a assessoria de comunicação do INSS, o gerente executivo em Aracaju, Raimundo Brito, não poderá dar entrevista no dia de hoje, por estar em viagem fora do Estado.

“Informamos que duas das manifestantes dos pescadores se reuniram no dia de hoje com os chefes da seção de logística e benefício e decidiram, de comum acordo, por uma reunião na próxima terça feira, 23, às 9h. Desta forma, não entendemos a continuidade da manifestação em frente à garagem do edifício da gerência do INSS, proibindo a entrada e saída de veículos e servidores”, diz um trecho da nota.

Matéria atualizada às 16h34 para inserir posicionamento do INSS.


Você pode querer ler também