ARACAJU/SE, 24 de maio de 2024 , 7:00:34

logoajn1

Após 110 dias em greve, servidores do IFS decidem voltar ao trabalho 

Da redação. AJN1

 

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (3), os servidores do Instituto Federal de Sergipe (IFS) decidiram encerrar a greve que começou há 110 dias, uma das maiores da história. Apenas os trabalhadores retornam ao trabalho amanhã (4), e os mais de sete mil alunos retornarão à sala de aula na próxima segunda-feira (9).

 

Quando a greve começou, no último mês de julho, os alunos do campus de Aracaju estavam na terceira semana de aula referente ao segundo semestre, isso porque o primeiro semestre deste ano foi concluído em maio devido à greve ocorrida ano passado.

 

Segundo o Presidente do Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Sergipe, Jackson do Amor Divino, haverá um estudo pormenorizado para tentar não prejudicar o calendário letivo. “Vamos trabalhar a reconstituição no calendário acadêmico para que os estudantes não sejam mais prejudicados”.

 

Para o representante do comando sergipano de greve, José Correia Neto, a maior dificuldade para o encerramento da greve foi a demora  na assinatura do acordo. 
“Na última reunião que aconteceu ficou acordado que o MEC enviaria os termos desse acordo. Esse envio era para ser feito há três semanas. Nesse sentido, a culpa está no Governo e não no comando de greve. A assinatura do acordo garante para nós a forma como se dará a reposição dos trabalhos acumulados, os termos que se darão os reajustes, ele é fundamental, porque dará a certeza que o acordo será cumprido”, argumentou. 

 

Principais reivindicações atendidas

 

A categoria conseguiu, junto aos ministérios da Educação e Planejamento, reajuste de 10.8%, além da reestruturação da carreira e o não controle de ponto do docente. 

Você pode querer ler também