Após mortes, internos são transferidos do Copemcan

 

Após o registro de dois assassinatos em 24h no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão, o Departamento dos Sistema Penitenciário (Desipe) transferiu 39 presos para o Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf), no bairro Santa Maria, em Aracaju. A operação, que aconteceu de forma sigilosa, foi realizada na tarde de ontem (31). a transferência tem como objetivo evitar novos incidentes e confrontos na unidade prisional.

Para o secretário de Justiça e de Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, essa medida foi de extrema importância, pois desarticula grupos rivais que, nos últimos dois dias quebraram, de forma negativa, a rotina do Copemcan.

A Sejuc atribui as duas mortes, a confusão entre dois grupos rivais. A primeira, ocorrida na quarta-feira (30), terminou com a morte do interno Wesley Santos Silva, 33, e a segunda, na tarde de ontem (31), que vitimou Marcos José Lima Queiroz, 24. Os dois homicídios aconteceram na Ala B do Pavilhão 3, por isso todos os internos que estavam alojados no local foram transferidos.

A direção do Copemcan abriu um procedimento administrativo disciplinar para apurar os fatos, enquanto que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou os inquéritos. Paralelo a isso, a Corregedoria da Secretaria de Justiça e de Defesa do Consumidor também apura os dois casos.

*Com informações Ascom Sejuc