ARACAJU/SE, 1 de março de 2024 , 17:55:54

logoajn1

Arcebispo fala sobre Campanha da Fraternidade 2017

O Arcebispo Metropolitano de Aracaju, Dom João José Costa esteve na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) nesta quinta-feria, 16, para apresentar a Campanha da Fraternidade deste ano. De acordo com o Arcebispo, o tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” foram definidos pela Igreja Católica que começou desde a quarta-feira de Cinzas e segue até o final do ano. Estiveram presentes também o Padre e assessor da Diocese, Adriano, o padre e assessor de Comunicação da Diocese, Marcelo, além do Padre Doutor e coordenador geral da Cúria metropolitana de Aracaju, José Lima.

Dom João agradeceu a oportunidade de estar na CMA e destacou que o objetivo geral da Campanha da Fraternidade é cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho. O arcebispo lembrou que as primeiras palavras da Bíblia falam justamente da criação divina. “Se a criação é obra de Deus é nosso dever de cuidar onde vivemos”, afirmou.

Sobre os objetivos específicos, o religioso citou os oito e destacou o de comprometer as autoridades públicas para assumir a responsabilidade sobre o meio ambiente e a defesa desses povos, além de compreender o desafio da conversão ecológica a que chama o nosso Papa Francisco na carta encíclica Laudato Si’ e sua relação com o espírito quaresmal.

O religioso ressaltou que todos os seres humanos devem usufruir do planeta com responsabilidade. Dom João José aproveitou para ler uma carta escrita pelo Papa Francisco desejando que as comunidades estejam unidas em prol do cuidado com uma das criações divina: os biomas. O arcebispo falou ainda sobre a degradação do meio ambiente que sempre vem acompanhada de injustiças sociais. “Quem sempre sofre mais são os mais necessitados”, acrescentou o arcebispo.

O coordenador geral da Cúria metropolitana, José Lima Santana também participou do encontro e lamentou que a sociedade ainda não tenha aprendido ao longo dos anos a cuidar do planeta. “O que vemos é a devastação de matas e mangues”, exemplificou.

Vereadores- O presidente da CMA, Nitinho (PSD) parabenizou os religiosos pelos discursos e deixou o Poder Legislativo Municipal a disposição da Igreja. Atento aos pronunciamentos, o líder da bancada de situação, Professor Bittencourt (PCdoB) destacou essa ação anual da Igreja Católica de chamar a atenção da população sobre temas importantes e de interesse de todos.

Já Iran Barbosa (PT) agradeceu a vinda dos religiosos e afirmou que a CMA está sempre aberta a todos os assuntos que envolvem e são de interesse da população. O parlamentar acrescentou que todos devem estar atentos às ações do homem quanto a degradação do meio ambiente.

Os vereadores Pastor Carlito Alves (PRB), Emília Corrêa (PEN) e Américo de Deus (Rede) agradeceram também as palavras dos padres. “O tema e o lema da campanha nos alegra muito. Não se deve haver separação de religiões que pregam o cristianismo. O amor se afastou da humanidade. Todos nós somos responsáveis por cuidar da criação”, finalizou Emília.

Você pode querer ler também