Auditores fiscais do Estado paralisam atividades por 48 horas

Os auditores ficais decidiram em assembleia paralisar por 48h as atividades em todas as unidades de atendimento e de serviços da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz). A paralisação começa a partir da zero hora desta quinta-feira (18), e prossegue até sexta-feira  (19). Na manhã de hoje (17) os servidores promoveram um café da manhã na sede da Sefaz e depois seguiram para o Palácio de Despachos, onde realizaram um ato público em protesto ao que chamam de falta de diálogo do governo.

 

De acordo com o presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza, a paralisação e protestos representam a indignação da categoria já que o governo estadual ainda não apresentou nenhuma contraproposta às reivindicações do Fisco. “Ao contrário de abrir diálogo com a categoria, a administração estadual tem ampliado a política de retaliação aos colegas auditores que entregaram cargos de chefia em apoio a Campanha em Defesa do Plano de Carreira do Fisco”, afirma a liderança.

 

A paralisação e protestos foram deliberados na assembleia realizada na tarde da última segunda-feira (15). “A direção da Sefaz continua perseguindo e retaliando os participantes da última greve na Sefaz. Vem cortando valores de produtividade e de gratificações de chefia daqueles que participam do movimento, sem inclusive as devidas portarias e decretos de exoneração”, protesta o diretor do Sindifisco, Abílio Castanheira.