ARACAJU/SE, 21 de junho de 2024 , 23:43:20

logoajn1

Banese começa 2024 sem figurar no ranking de reclamações do Banco Central

 

O Banese iniciou 2024 sem figurar no ranking do Banco Central do Brasil de bancos mais reclamados no país, de acordo com o levantamento divulgado pela autarquia federal. Esta é a quarta vez consecutiva que o Banco dos sergipanos fica de fora da lista das instituições financeiras mais reclamadas no Bacen. O Banese também apresentou o melhor resultado entre os bancos públicos estaduais do país.

Para figurar no relatório, a entidade deve ter mais de 30 queixas procedentes no período apurado, cujas reclamações são registradas pela população através dos canais de atendimento do órgão fiscalizador: Internet, correspondência, ligação para o número 145 ou presencialmente.

A Ouvidora do Banese, Ana Paula Vasconcelos, avalia o resultado do primeiro trimestre do Bacen como muito positivo, e reafirma o cuidado e a atenção dispensados pela instituição aos clientes e usuários em geral.

“Estamos felizes por mantermos esse importante resultado, que é de não figurar no ranking das instituições mais reclamadas do Bacen. Esse é o resultado de um trabalho conjunto, realizado diuturnamente pelos times Banese visando melhorar continuamente os processos de atendimento ao cliente, e corrigir definitivamente as falhas apontadas nas reclamações recebidas através do Bacen”, declarou Ana Paula Vasconcelos.

Instituições avaliadas e itens observados

A cada trimestre, o Banco Central realiza um levantamento das reclamações feitas por clientes e usuários em geral de bancos comerciais, múltiplos, cooperativos e de investimento, além das sociedades de crédito, financiamento e investimento (SCFI), instituições de pagamento e administradoras de consórcio.

Entre os pontos avaliados estão itens como irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito; cobrança irregular de tarifa de conta ou serviços acessórios a ela; oferta ou prestação de informação sobre a conta ou serviços acessórios de forma inadequada, entre outros.

Para o presidente do Banese, Marco Queiroz, esse resultado é a prova de que os times do Banese estão alinhados com a determinação do governador Fábio Mitidieri, de oferecer para os usuários da instituição o melhor serviço e atendimento possíveis.

“O banco é dos sergipanos, por isso, estamos realizando as melhorias necessárias para oferecer um atendimento com ainda mais qualidade e, assim, estar mais próximo dos sergipanos. O cliente é a razão de ser das nossas atividades, da existência da nossa instituição, que tem como missão promover o desenvolvimento social, econômico e cultural da nossa gente”, finalizou Marco Queiroz.

Fonte: Ascom Grupo Banese

 

Você pode querer ler também