ARACAJU/SE, 18 de junho de 2024 , 15:46:46

logoajn1

Brasileiro fará expedição pela América Latina de moto

 

Gerar solidariedade, fazer amigos, criar uma conscientização e, acima de tudo, uma corrente do bem. Esses são os objetivos da exploração pela América Latina, que o estudante de Direito, viajante e palestrante Matheus Oliveira está realizando. Com uma viagem do Brasil até Buenos Aires de bicicleta no currículo – que resultou num livro! – o próximo passo do viajante é percorrer o continente americano e retornar ao Brasil, mas desta vez de moto.

“Tudo começou há alguns anos. Pesava 120 kg, e emagreci 40 kg em 2014 num espaço de seis meses. Tinha uns 19, 20 anos. Emagreci esses 40 kg e aí viajei, de bicicleta, para o Uruguai. Percorri toda a costa Sul do Brasil, toda a costa do Uruguai, na verdade até Buenos Aires de bicicleta para motivar e incentivar as pessoas a ter uma melhor qualidade de vida”, contou o viajante ao Correio de Sergipe, numa pausa que fez na capital sergipana, após 118 dias de sua mais nova viagem, que começou em sua terra natal, São Roque (SP) e percorrerá 17 países não só da América Latina, como também alguns da América Central, e também os Estados Unidos. Ele estima que a viagem completa deve durar entre um ano e meio e dois anos.

Longo caminho

Já tendo passado por locais como Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, toda a costa da Bahia, Salvador, e agora Aracaju, Matheus ainda tem uma longa jornada. “Seguirei por todo o litoral nordestino até Fortaleza, depois descerei para Brasília novamente, irei a Goiânia, Cuiabá, Rondônia e Acre. Aí vou ao Peru, depois à Colômbia, América Central, México e Estados Unidos. Aí retorno, passando por Bolívia, Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai e Sul do Brasil, completando 17 países e 23 estados do Brasil, mais o Distrito Federal”, detalha.

Assim como a primeira viagem, que gerou um livro, o viajante pretende fazer outro quando concluir esta aventura. “Estou escrevendo meu segundo livro, contando minha experiência de como está sendo, como um diário de bordo, e pretendo publica-lo já perto do fim da viagem, e fazer da divulgação dele como estou fazendo do primeiro: botar tudo em cima da moto e dar a volta ao mundo, também numa moto”, revela.

Fazendo o bem

Mas o intuito da viagem não é só o de fazer amizades e conhecer lugares, e sim de fazer o bem. Cada local que Matheus vai, ele realiza palestras motivacionais, onde conta um pouco sobre suas duas viagens. Além disso, ele também promove ações de caridade.

“Como estaria realizando um sonho pessoal com pessoas me ajudando, decidi fazer esses projetos pessoais para equilibrar a minha balança pessoal, com as palestras ou bate-papos motivacionais que tenho dado pelo Brasil e pretendo fazer pela América Latina. Tenho também também o Projeto América Sem Fome, para gerar solidariedade com a doação de alimentos para as famílias em necessidade”, acrescenta.

Cada palestra que ele faz, sempre pede que os participantes doem 1kg de alimento, destinados às prefeituras locais, onde ele mesmo leva. “A ideia mesmo desse projeto, além do sonho pessoal, de fazer amigos, é de fazer essa conscientização, como uma corrente do bem. Passar essa mensagem e disseminar para os outros”, completa o viajante.

Você pode querer ler também