ARACAJU/SE, 20 de abril de 2024 , 6:59:05

logoajn1

Canindé regulamenta feira dos produtores rurais do MST

A Câmara Municipal de Canindé de São Francisco aprovou ontem (21), o projeto de lei municipal que institui e regulamenta a feira dos produtores dos assentamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no município. O projeto de nº 50/2016 de 06 de junho de 2016 é de autoria do vereador Rildo Joaquim Carvalho.

 

Um dos principais objetivos da feira é criar um fluxo de exposição, comercialização e divulgação dos produtos oriundos da unidade produtiva familiar, das áreas de assentamentos e colônias agrícola, disseminando a cultura produzida, e vivenciada pelas famílias camponesas.

 

Entre as características que fazem do sertanejo um povo único, uma das mais marcantes é diversidade cultural e resistência. Essas duas características podem ser vivenciadas na Feira que acontece, na Praça da Matriz de Canindé de São Francisco.

 

Leva a diversidade da produção alimentícia e cultural dos mais diversos Assentamentos da Região para a cidade e conta com diversas participações culturais e tem como objetivo debater com a cidade o papel da soberania alimentar, a produção saudável de alimentos e mostrar a urgência da reforma agrária, provando na prática o grande potencial de produção.

 

Promovida pelo MST em parceria com o Centro Comunitário de Formação em Agropecuária Dom José Brandão de Castro (CFAC), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Sergipe (INCRA) e a Prefeitura Municipal de Canindé de São Francisco, a Feira da Reforma Agrária no Sertão possibilita que assentados da região comercializem sem a interferência de atravessadores, com a oferta de produtos a preços mais acessíveis e saudáveis, além de promover o intercâmbio entre o consumidor e o produtor.

 

Fonte: Ascom Movimentos Sociais

Você pode querer ler também