ARACAJU/SE, 23 de fevereiro de 2024 , 13:53:47

logoajn1

Capital e Grande Aracaju estão sem transporte coletivo desde o início da manhã

 

Da redação, AJN1

A capital e Grande Aracaju começaram a sexta-feira (30) sem transporte coletivo circulando. Desde o início da madrugada, manifestantes ocuparam a frente das garagens das empresas e nenhum ônibus saiu às ruas. A informação é que apesar de haver a garantia de que seria mantido 30% da frota, nenhum veículo saiu das garagens. Por conta disso, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) liberou os taxistas bandeirinhas para fazer o transporte lotação na capital.

Pessoas ligadas a sindicatos e movimentos sociais ocuparam os dois trechos da avenida Marechal Rondon, no trecho próximo a empresa Progresso, impedindo a circulação dos veículo. Inicialmente o tráfego foi fechado nos dois sentidos, mas depois da intervenção da Polícia Militar, o trânsito passou a ser feito em meia pista. Os militares também apreenderam vários pneus, que possivelmente seriam queimados no bloqueio da avenida.

Outro ponto de bloqueio ocorreu na ponte do Rio do Sal, que liga o bairro Lamarão, em Aracaju, ao conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro. Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) negociaram com os manifestantes, que a princípio se mostraram irredutíveis, mas depois acabaram concordando em liberar o trânsito de forma alternada nos dois sentidos.

Já na ponte que liga o bairro Coqueiral ao conjunto Marcos Freire I, em Socorro, o trânsito está normal. A informação é que por volta das 6 h, a polícia conseguiu apreender pneus que seriam utilizado para bloquear a pista e três pessoas foram presas.

Segundo o Relações Públicas da PM, coronel Paulo Paiva, na rua Laranjeiras no centro, a equipe do Chefe do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC), coronel Vivaldy Cabral, apreendeu vários pneus que seriam utilizados para o fechamento da rua no cruzamento com a avenida Pedro Calazans.

Rodovia

A Assessoria de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que os manifestantes fecharam dois pontos da BR-101, sendo um na altura do km-89 no trecho próximo ao viaduto da BR-235, que dá acesso a Itabaiana. O outro bloqueio está acontecendo nas imediações do km-70 em Maruim.

De acordo com o inspetor Flávio Vasconcelos, equipes da PRF já estão nos locais dos bloqueios negociando com os manifestantes a liberação do tráfego. Ele disse ainda que houve um reforço no efetivo da PRF e equipes que atuam no setor administrativo estão de prontidão para atuar em caso de necessidade.

*Matéria atualizada às 7h30 para acréscimo de informações.

Você pode querer ler também