ARACAJU/SE, 17 de junho de 2024 , 12:00:07

logoajn1

Cobrador de ônibus é baleado no braço durante assalto

 

Da redação, AJN1

Por volta das 19h15 dessa quarta-feira (2), um cobrador de ônibus, que faz o itinerário Parque dos Faróis/Osvaldo Aranha, na Grande Aracaju, foi baleado no braço durante assalto. Ao parar no ponto do conjunto Parque dos Faróis, três homens, sendo que um deles portava arma de fogo, adentraram no veículo pelas portas dos fundos e, poucos minutos depois, anunciaram o assalto.

Um comparsa permaneceu no fundo do ônibus para dar cobertura, enquanto os outros dois se dirigiram à catraca onde estava o cobrador que, ao perceber a movimentação criminosa, levantou-se rapidamente e se posicionou próximo ao motorista.

 Segundo o assessor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (Sintra), Valtenes Porto, ao bisbilhotar a gaveta à procura de dinheiro, os meliantes se depararam com uma quantia insignificante, já que existe no coletivo o sistema eletrônico de passagem. Não satisfeitos, exigiram que o cobrador se aproximasse para entregar o restante da suposta quantia. Ao negar à ordem, um dos bandoleiros desferiu um tiro contra funcionário, atingindo-o no braço.

“Após o disparo, o motorista abriu as três portas do veículo e os bandidos fugiram sem deixar rastros. Nenhum passageiro foi roubado. Ao perceber o ferimento, o cobrador foi conduzido até o hospital Nestor Piva, em Aracaju, onde recebeu os primeiros socorros e depois foi transferido para uma unidade particular. O cobrador, de prenome Raimundo, passa bem e já está em casa”, diz Valtenes.

A Direção do Sintra solicitou uma reunião de emergência com a cúpula da Secretaria de Estado da Segurança para pedir mais policiamento em áreas de risco.

Balanço

Os registros de assaltos a ônibus na capital e Grande Aracaju tiveram uma redução de 45,9% nos sete meses de 2017, em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo dados do Sinttra, no mês de julho foram registrados na 91 roubos a ônibus na Grande Aracaju.

No mesmo mês, em 2016, foram 115 registros, o que representa uma redução de 26,4%. De janeiro a julho foram 630 assaltos, enquanto neste mesmo período do ano passado foram 1.164 roubos. Os números demonstram uma queda no número de registros em 45,9%.

 

Você pode querer ler também