ARACAJU/SE, 22 de julho de 2024 , 13:42:12

logoajn1

Comerciantes do Ceasa amargam baixa nas vendas juninas

 

Muito abaixo da média. Assim foram as compras dos principais produtos da culinária junina na Central de Abastecimento de Aracaju (Ceasa), aqueles que deixam a mesa farta e os olhos gordos com tanta delícia de dar água na boca.

Os tradicionais milho, amendoim, macaxeira e até a laranja tiveram suas vendas fatiadas pela metade se comparado com o mesmo período do ano passado. Sobrou até para os vendedores de fogueira.

“No São João minha mulher ficou aqui no Ceasa e eu fui vender no conjunto Albano Franco, eu coloquei 400 mãos de milho e vendi tudo, mas no Ceasa as vendas não foram boas. Chegamos a vender aqui a mão de milho por R$ 10, quando o valor nos outros dias estava de R$ 30”, conta o vendedor de milho, João Batista dos Santos.
 

Os comerciantes de fogueira também não ficaram satisfeitos com as vendas desse ano. Na Praça da Cruz Vermelha, no bairro Getúlio Vargas, ainda tinha fogueiras para vender na manhã desta segunda-feira (29), quando normalmente acabam na véspera de São Pedro.

“Ano passado vendi no Bairro Santa Tereza, mas o local não era bom e por isso as vendas foram fracas. Esse ano vim para cá achando que seria melhor, só que também foi fraco, ainda tenho fogueira para vender e estou torcendo para conseguir vender”, declara Elci Santos.

 

 

Foto: Marcelle Cristinne/ASN
   

Você pode querer ler também