ARACAJU/SE, 21 de maio de 2024 , 19:18:40

logoajn1

Detran/SE quer implantar modelo de Vistoria Veicular Eletrônica

 O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE) promoveu na manhã desta terça-feira (15), uma audiência pública para debater o modelo de implantação e procedimentos para a realização de Vistoria Veicular Eletrônica. O ato aconteceu no auditório da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise).

O diretor-presidente do Detran/SE, Edgard da Motta, disse que a audiência serviu para desmistificar a implantação desse novo modelo de serviço. “Esse debate enriqueceu os nossos estudos em relação ao projeto de implantação de vistoria eletrônica, para que possamos atender satisfatoriamente toda a sociedade”, ressaltou Edgard da Motta.

O presidente da Comissão de Leilão do Detran/SE, Sérgio Luís da Silva, explica que a implantação da vistoria eletrônica é uma exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), através da resolução 466, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e consiste na captação de imagens do veículo durante o serviço. Em Sergipe, a previsão é implantar o sistema misto de vistoria, em que o Detran e empresas privadas poderão executar esse tipo de procedimento.

“O serviço de vistoria veicular continuará sendo executado pelo Detran/SE, que irá adquirir os equipamentos necessários para a captação de imagens e para integrar o nosso sistema ao das empresas credenciadas, podendo monitorar, fiscalizar e auditar todos os serviços realizados por elas”, completou Sérgio.

O gerente do Renavam do Detran/SE, Ricardo Ribeiro, destacou que apenas os serviços de transferência de propriedade e de jurisdição poderão ser realizados pelas empresas privadas. Os demais, como alteração de dados, gravação de chassi e regravação de motor, vão continuar a ser executados apenas pelo Detran.

“O serviço de vistoria, que era feito manualmente com decalque do chassi motor, passará a ser feito com coleta óptica e digital dessas informações e com georreferenciamento. Esse novo modelo dará ao cidadão a possibilidade de escolher o local para realizar a vistoria, além de ofertar maior segurança para a atividade”, disse Ricardo Ribeiro. Após a realização do debate público, haverá a análise dos requisitos técnicos das empresas interessadas para que sejam habilitadas.

Com informações do Detran

Foto: Lindivaldo Ribeiro/CS

Você pode querer ler também