ARACAJU/SE, 19 de maio de 2024 , 1:39:01

logoajn1

Dez praias estão impróprias para banho em Sergipe

Um relatório divulgado pela Gerência de Avaliação e Monitoramento Ambiental da Administração Estadual do Meio Ambiente (Geama/Adema), revelou que dez praias sergipanas não apresentam condições adequadas para o banho no período que vai do dia 18 a 24 de junho.

 

 O gerente do Geama da Adema, Péricles Azevedo informou que o estudo leva em consideração os padrões de qualidade da água, definidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), por meio da resolução 274/2000. O aumento nos índices pluviométricos com a chegada do inverno, que acontece neste domingo,21, também contribui para a condição de balneabilidade das praias.

 

 “As ligações clandestinas de esgotos, somadas ao carreamento de resíduos de origem doméstico/sanitário são feitos diretamente nas galerias pluviais, que por sua vez desemboca no mar ou em rios. Essa ocorrência é a principal razão da alteração da balneabilidade no período chuvoso”, explica Péricles.

 

Locais impróprios

 

Segundo relatório da Adema, estão impróprias para banho, durante o período, as seguintes praias: praia do Bonanza (em frente ao Hotel Parque dos Coqueiros) – Aracaju; prainha de Neópolis (Rio São Francisco em frente a Orla) – Neópolis; praia de Atalaia Nova (em frente ao farol da barra) – Barra dos Coqueiros; praia do São Pedro Pescador (Rio Cotinguiba) – N, Srª de  Socorro; prainha de Propriá (Rio São Francisco) – Propriá; praia dos Artistas (Coroa do Meio em frente ao novo Farol) – Aracaju; prainha da Adutora (Rio São Francisco) – Telha; prainha do Areal, Rio Santa Maria/no povoado São José – Aracaju; praia do Bico do Pato, 13 de julho, (em frente ao Shopping Riomar) – Aracaju e prainha do povoado Saúde (Rio São Francisco) – Santana de São Francisco.

 

De acordo com o monitoramento, os demais 18 pontos (rios e praias) do estado de Sergipe estão liberados para banho e atividades esportivas. Você pode consultar a balneabilidade das praias sergipanas através do site da Adema.

 

* com informações da ASN

 

Você pode querer ler também