Diretor do Cirurgia e filho são detidos durante operação

 

Da redação, AJN1

O diretor administrativo e financeiro do Hospital Cirurgia, Milton Santana, foi preso juntamente com o filho, André Ricardo Santana, que trabalha no setor de compras do hospital, por posse ilegal de munição e posse de arma, respectivamente. As prisões aconteceram no momento em que os policias do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) cumpriam mandados de busca e apreensão em um apartamento da avenida Beira Mar, no bairro 13 de Julho, em Aracaju.

A ação faz parte da operação Metástase, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado de Sergipe (MP/SE) com o apoio das equipes do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), Comando de Operações Especiais (COE), e de outras unidades das Polícias Civil e Militar. O objetivo da operação é coletar provas e apurar supostas práticas ilícitas praticadas contra o patrimônio do Hospital Cirurgia.

Segundo informações da polícia,  André Ricardo possui porte de arma, mas estava vencido. Pai e filho foram encaminhados à sede do Deotap onde foram ouvidos e autuados em flagrante. Ainda durante o cumprimento dos mandados expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal de Aracaju, policiais precisaram arrombar um cofre que estava no hospital.

Os promotores de Justiça que participaram da operação preferiram não passar informações sobre o caso. A expectativa é que o balanço da ação, que envolveu policiais civis e militares, seja divulgado em entrevista coletiva à imprensa.