Sergipe perde João Alves Filho, um grande homem público, que muito contribuiu para o desenvolvimento do estado. Saiba mais

Edson Fachin autoriza prisões de Joesley e Saud

 

Da redação, AJN1

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin, decretou a prisão temporária – por cinco dias – dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud.  Fachin acatou o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhado na última sexta-feira (8). Já o ex-procurador da República Marcello Miller teve o pedido de prisão negado.

As prisões de Joeley e Saud podem ser efetuadas por equipes da Polícia Federal (PF) no decorrer do dia de hoje (10) ou nesta segunda-feira (11). O pedido de prisão dos delatores se baseou no fato de que eles teriam omitido informações aos investigadores, quebrando assim cláusulas do acordo.

Já o ex-procurador é acusado de atuar para J&F enquanto ainda era membro do Ministério Público. Miller deixou a carreira de procurador em abril, mas, em uma gravação entre Joesley e Saud, possivelmente gravada por descuido, os dois sugerem que o ex-procurador orientou os executivos do grupo empresarial a negociarem os termos da delação premiada com a Procuradoria Geral da República.