Em março de 2022, Sergipe apresentou avanço de 8,8% no volume de serviços

Em março de 2022, o setor de serviços em Sergipe avançou 8,8%, obtendo o maior índice da região Nordeste e o segundo maior do país (atrás de Brasília, com 10,3%). Em fevereiro, o estado tinha apresentado um recuo nos serviços de 0,9%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada nesta quinta-feira (12) pelo IBGE.

O índice registrado em Sergipe ficou acima da média nacional, que foi de 1,7%. Na comparação com março de 2021, Sergipe também obteve um dado positivo, com aumento de 16,2%.

Isso ocorreu também na receita nominal, com um avanço de 10,8%. Em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento na receita nominal foi de 27,1%.

Serviços avançam 

Regionalmente, 24 das 27 unidades da Federação tiveram expansão no volume de serviços em março de 2022, na comparação com o mês imediatamente anterior, acompanhando o crescimento (1,7%) observado no Brasil. Entre os locais que apontaram taxas positivas nesse mês, o impacto mais importante veio de São Paulo (2,7%), seguido por Minas Gerais (6,4%) Distrito Federal (10,3%), Santa Catarina (4,2%), Rio Grande do Sul (2,6%) e Rio de Janeiro (0,8%). Em contrapartida, Mato Grosso (-3,0%) exerceu a principal influência negativa em termos regionais.

Na comparação com março de 2021, o avanço do volume de serviços no Brasil (11,4%) foi acompanhado por 25 das 27 unidades da Federação. A principal contribuição positiva ficou com São Paulo (13,0%), seguido por Minas Gerais (15,7%) e Rio Grande do Sul (22,4%). Em sentido oposto, Mato Grosso do Sul (-1,9%) e Rondônia (-6,0%) assinalaram os únicos resultados negativos do mês.