Entidades se unem na comemoração do 8 de Março

Da Ascom, CTB/SE

 

O 8 de Março – Dia Internacional da Mulher -, será comemorado com uma grande manifestação, organizada por diversas entidades do movimento social e sindical em Aracaju. Os manifestantes vão se concentrar na Praça Fausto Cardoso, às 9 horas, e farão uma caminhada pelas principais ruas do Centro Comercial da capital. Eles pretendem ainda protocolar documentos de defesa dos direitos das mulheres na Assembleia Legislativa e Câmara Municipal de Aracaju.

 

Durante a manifestação, haverá também a distribuição de um panfleto sobre a importância da participação da mulher na vida política do País, Estados e Municípios. Para Érica Santana, representante da UBM e da CTB/SE na organização do evento, esse é o momento de unirmos forças para lutar por uma participação maior da mulher nas instâncias de poder e para ampliar direitos já conquistados.

 

Segundo Maria de Lourdes Pereira, da coordenação da União Brasileira de Mulheres (UBM), as mulheres querem participar decisivamente da vida política e social do Brasil. “Com mais mulheres vereadoras e prefeitas, teremos mais democracia nas cidades e faremos valer a lei dos direitos iguais, tornando as cidades mais humanas”, disse.

 

A programação unificada do Dia Internacional da Mulher foi elaborada por representantes das centrais sindicais CTB/SE, CUT/SE e UGT/SE; União Brasileira de Mulheres (UBM), Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SEPM), MST, Levante Popular, Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Sergipe (Fetase), Casa da Doméstica, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), Movimento da Mulher Trabalhadora Rural (MMTR) e Coletivo de Mulheres de Aracaju.