Estimativa final para safra de 2020 mostra aumento de 29,3% da produção de milho em Sergipe

A estimativa final para a safra de 2020 em Sergipe em cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 883,8 mil
toneladas, 27,1% superior à safra de 2019 (695,2 mil toneladas). O milho (2ª safra) foi o responsável por esse
aumento expressivo, já que a safra de 2020 para este produto foi 29,3% maior do que em 2019. A produção de
milho totalizou aproximadamente 847,8 mil toneladas e corresponde a cerca de 96% da produção total de cereais,
leguminosas e oleaginosas. O arroz, por sua vez, apresentou uma estimativa de redução de 9,8% na safra de 2020
em relação a 2019, com cerca de 31,1 mil toneladas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (13) pelo IBGE.

Em relação ao total de área plantada em 2020 (252,9 mil hectares), estima-se que houve um aumento em 2,4%
dessa área em relação a 2019. Somente a área plantada de cereais, leguminosas e oleaginosas corresponde a cerca
de 65% desse total, com 164,1 mil hectares. Essa área apresentou um crescimento de 6,1% quando comparado com
2019. Especificamente a área plantada para o milho (153,8 mil hectares), apresentou um aumento de 7%.

Estima-se que a área colhida no total em 2020 foi de 245,7 mil hectares, um aumento de 8,2% em relação à safra de
2019. Em relação aos cereais, leguminosas e oleaginosas, sua área colhida apresentou um crescimento de 11,3% e
especificamente o milho, um aumento de 11,8%.

Outros produtos

A cana de açúcar foi outro produto que teve destaque na safra de 2020, com uma estimativa de aumento da
produção em 13%. Com isso, estima-se que a produção de cana no estado chegou a 2,066 milhões de toneladas. A
área colhida (39,9 mil hectares) também apresentou um aumento de 16,8% quando comparado com a safra de
2019. Apesar disso, seu rendimento médio em 2020 apresentou uma redução de 3,3%. A laranja é outro produto em
que a estimativa da safra de 2020 mostra uma redução de 4,7% em sua produção, chegando a 359,9 mil toneladas.