ARACAJU/SE, 23 de fevereiro de 2024 , 13:58:28

logoajn1

Euclides Figueiredo recebe células de macrodrenagem

A segunda etapa da obra executada pela Prefeitura de Aracaju na avenida Euclides segue dentro do cronograma do projeto executivo e 65 grandes células de macrodrenagem já foram acopladas no trecho compreendido entre o canal do Jardim Bahia e a rótula da avenida Benjamin Constat, que dá acesso ao bairro Soledade.

As fundações e escavações feitas nos últimos 15 dias garantiram o assentamento das células duplas e permitiram a reconfiguração do sistema pluvial que, a partir de agora, terá duas vezes mais capacidade de absorver as águas das chuvas. Com a celeridade demonstrada neste momento, a previsão é que no máximo até a próxima semana esta parte da via seja liberada para o trânsito.

Os primeiros 50 metros interditados estão prestes a serem liberados porque os serviços executados no local estão em fase de conclusão. “A implantação das maiores células estão quase todas concluídas e só aguardamos apenas alguns ajustes nas redes de água e esgotamento sanitário, de responsabilidade do Estado, para passar à parte seguinte da Euclides, que começa na rótula da Soledade e segue pelos próximos 200m”, explica Sérgio Ferrari, secretário municipal da Infraestrutura, ao salientar que quando as outras concessionárias finalizarem os serviços que a elas compete, a SMTT (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju) fará um novo itinerário na região.

Acompanhando a celeridade dos trabalhos nesta segunda fase da obra, os moradores elogiam o ritmo da execução do projeto. A professora Acácia Judite Santos diz que precisa percorrer um trecho maior entre sua casa e o ponto de ônibus mais próximo, mas, para ela, o sacrifício compensa.

“Quando preciso ir para o Centro pego o ônibus aqui na Euclides e por causa da obra ando um pouquinho mais. Mas eu não reclamo porque sei que depois que acabar, isto aqui vai ficar uma maravilha e tudo vai compensar”, enfatiza a servidora pública.

Quem mais conhece os problemas da Euclides são os moradores que residem nos entornos da avenida, como o comerciante Edilson dos Santos, que passa o dia às margens da via vendendo frutas e outros produtos naturais. “Eu acredito que vai melhorar e muito, porque hoje quando chove a gente fecha a porta e fica esperando a água invadir mas, daqui para frente vai melhorar e muito”, afirma o autônomo.

Projeto modernizador

O projeto executivo vai complementar a drenagem da avenida com os loteamentos do entorno, instalar sinalização, criar acessibilidade e revitalizar 1,3km de pavimentação asfáltica. O investimento supera os R$7,6 milhões, em recursos conveniados entre o Município e o Governo Federal. Somando tudo que já foi feito, o cronograma alcança aproximadamente 30% de sua execução, incluindo a etapa que começa na rótula do bairro Lamarão.

“A microdrenagem instalada no sentido Lamarão/Maria Gorda está praticamente finalizada e vamos trabalhar no sentido de acelerar o ritmo nesta etapa do flanco sul da Euclides para que as duas fases da rede de drenagem se integrem”, explica Ferrari, ao destacar que a obra é inspecionada diariamente e a gestão tem dialogado de forma permanente com moradores e comerciantes da localidade.

As informações são da PMA.

Você pode querer ler também