ARACAJU/SE, 20 de julho de 2024 , 0:34:42

logoajn1

Força tarefa é montada para combater Sífilis

Com o objetivo de conter o aparecimento de novos casos de Sífilis e Sífilis Congênita, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) montou uma força tarefa em parceria com a Secretaria de Saúde de Aracaju (SMS) para realizar ações específicas sobre a doença nos bairros com maior incidência da doença.

 

Os principais soldados são os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e as gestantes são o grande alvo. Três ações principais farão parte da estratégia da guerra contra a Sífilis na capital sergipana: busca ativa das gestantes, o incentivo ao uso da camisinha e disponibilização de preservativos nos bairros.

 

Os agentes de saúde farão a busca ativa das gestantes verificando a situação de saúde delas e do pré-natal. Deverão andar sempre com camisinhas para distribuir nas visitas e identificar os locais estratégicos para disponibilização dos preservativos, a exemplo de fábricas, estabelecimentos comerciais, Centros de Referências de Assistência Social, entre outros.

 

“A parceria entre as Secretarias de Estado e de Aracaju da Saúde tem o objetivo de estimular os agentes a serem mais atuantes e conter o aparecimento de novos casos da doença. Serão mais de quatro bairros da capital prioritários para a ação”, disse Almir Santana, gerente do programa Estadual DST/AIDS.

 

“Queremos lembrar a população que as camisinhas, masculinas e femininas, são distribuídas gratuitamente e não dependem de receita médica ou de qualquer outro profissional de saúde para o uso. Os preservativos são distribuídos pelo Ministério da Saúde para os Estados e Municípios e qualquer pessoa pode e deve ter acesso a eles sem nenhuma condição ou restrição”, destacou Almir Santana.  

 

Fonte: SES

Você pode querer ler também