ARACAJU/SE, 3 de março de 2024 , 18:12:34

logoajn1

GM nega rumores de saída do Brasil e considera carros híbridos

Após diversos rumores de que a GM poderia ter suas portas fechadas para o mercado brasileiro por conta das demissões dos 1.200 funcionários da Chevrolet, Fabio Rua, vice-presidente de comunicação e relações governamentais, garantiu de forma direta que a montadora permanecerá no país: “Não. A GM não sairá do Brasil”.

Durante o Congresso AutoData Perspectiva 2024, Rua comentou que quer colocar motores mais eficientes e com baixo índice de poluição. A GM já declarou que pretende produzir apenas carros elétricos a partir de 2035 por conta da regulamentação norte-americana, mas não se sabe quais os planos para o mercado brasileiro.

Em setembro, durante o Salão de Detroit, foi confirmada a chegada de três veículos elétricos no Brasil. Para 2024, a Chevrolet garantiu os SUVs Blazer e Equinox . Futuramente, a Silverado elétrica deve desembarcar por aqui.

Mas pelo comentário do executivo da GM, existe possibilidade de vermos também modelos híbridos flex no país.

Isso porque um novo ciclo de investimento deve surgir nos próximos anos em comemoração de 100 anos de presença no mercado brasileiro, de acordo com Fabio Rua.

Atualmente, a Chevrolet oferece o Bolt e Bolt EUV, mas ambos os modelos deixarão de ser produzidos nos Estados Unidos ano que vem.

“Nossa meta é o elétrico para 2035. Novas tecnologias ao longo do tempo podem dar as caras. E podem mostrar que elas são tão ou mais eficientes do que o carro a combustão.”

O executivo ainda declarou que não sabe o que o futuro reserva em nível de escala e competitividade.

“Não podemos negar a possibilidade, de lá na frente, (possuirmos carros) a célula a combustível, híbrido. Não sei o que o futuro nos reserva, não só em termos de inovação como de escala e de competitividade”, expressa o executivo.

Fonte: IG

Você pode querer ler também