ARACAJU/SE, 1 de março de 2024 , 19:19:39

logoajn1

Governo abre oficialmente a X Olimpíada Ambiental de Sergipe

Mais de 800 alunos de 26 escolas das redes pública e particular de ensino participaram do lançamento da X Olimpíada Ambiental de Sergipe na manhã desta terça-feira, 21, no teatro Atheneu, em Aracaju. O evento faz parte do calendário da ‘Semana da Água’, promovido pelo governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), e visa estimular a reflexão sobre questões e problemas relacionados ao meio ambiente, principalmente com a preservação da água, bem cada vez mais escasso.

O tema deste ano é “Água Residual: O que fazer e como reutilizar?”, colocando em discussão o reaproveitamento das águas que saem das nossas casas, das indústrias em forma de esgoto, além das águas pluviais.

A X Olimpíada Ambiental foi aberta oficialmente pelo secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Olivier Chagas, que representou o governador Jackson Barreto. Em seu discurso, Olivier destacou a necessidade de plantar a semente da conscientização ambiental nos jovens.

“A Olimpíada tem tudo a ver com a necessidade de entender que a educação ambiental é fundamental para todos. Trabalhar com crianças nos deixa muito esperançosos para a construção de um planeta melhor. Estamos plantado a consciência ambiental. Nosso tema é ‘Água Residual’ e devemos fazer o melhor reaproveitamento dessa água. Estamos realizando esse evento com muita alegria. Não se preocupem com a premiação, mas com a defesa do planeta, pois o fato de vocês estarem aqui já é sinônimo de vitória. Declaro aberta as Olimpíadas Ambientais 2017”, disse Olivier.

O superintende de Recursos Hídricos da Semarh, Aílton Rocha, também esteve presente à solenidade. Para ele, o evento faz um trabalho que supera as expectativas. “Preparar essa garotada para o futuro é muito importante. E o tema deste ano é muito salutar, que aborda águas residuais, oriundas do esgoto, da indústria, da rede pluvial, que precisam ser reutilizadas para que a gente possa preservar esse bem cada vez mais precioso que é a água. Estamos formalizando o conhecimento, levando a mensagem de sensibilização. A gente, de fato, imagina, que a médio e longo prazo, consiga colher os frutos das sementes que estão sendo plantadas nessa garotada”, afirmou.

A professora Cristiane Barreto representou o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho. Ela também reforçou o discurso de que, sem conscientização, o futuro das novas gerações estará comprometido. “Estamos trabalhando esse tema de forma participativa. Quero dizer que a educação ambiental está inclusa em todas as escolas. Estamos formando, com a Olimpíada, pessoas mais críticas ambientalmente, justamente objetivando salvar o planeta para que o futuro desses jovens não seja comprometido”, colocou.

Umas das entusiastas da Olimpíada, Valdinete Paes, superintendente de Qualidade e Educação Ambiental (SQS) da Semarh, de onde o projeto é coordenado, fez questão de parabenizar o empenho de todos para a concretização do evento, que, segundo ela, visa formar pessoas mais conscientes para, no futuro, terem um planeta menos degradado. “Nunca é tarde para reagirmos e revertermos o quadro de degradação ambiental. A Olimpíada aborda um tema pertinente. O que podemos fazer com essa água residual em nossas casas? Acreditamos que a educação muda o mundo. Portanto, inscrevam-se na Olimpíada, pois a discussão é um projeto de vida”.

O presidente do Sindicato dos Professores do Município de Aracaju (Sindpema), Aelmo Menezes, elogiou o governo do Estado pela realização do evento. “O Nossa categoria abraça esse projeto, que vem apresentando, ao longo desses anos, resultados brilhantes com o propósito de conscientizar os jovens para podermos preservar a água”.

Festa

Os alunos, principais alvos da Olimpíada, lotaram as dependências do teatro e fizeram a festa. Para Sofia Elen dos Santos, de 9 anos, estudante do 5º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental General Freitas Brandão, a Olimpíada é o meio mais criativo de se discutir a preservação do meio ambiente. “Eu vou participar junto com os meus amigos, porque quero um mundo mais saudável. Quando crescer, quero viver num planeta limpo, onde tenha água boa para beber”, vislumbra ela.

Opinião semelhante tem Ana Barreto,10 anos, estudante do 6º do Colégio Murilo Braga, em Itabaiana. “Gosto de lidar com o meio ambiente e pretendo ajudar no que for possível para preservar a água”.

Inscrições

As inscrições para a X Olimpíada Ambiental deverão ser realizadas a partir das 8h do dia 24 de março até as 18h do dia 12 de maio de 2017 e sem prorrogação, através do preenchimento da ficha de inscrição disponível no site www.xolimpiadaambiental.se.gov.br, pelos professores responsáveis por acompanhar os trabalhos de seus alunos nas instituições de ensino, inclusive a dos próprios professores que forem participar, respeitando rigorosamente o que está determinado no Regulamento da X Olimpíada Ambiental. A Olimpíada será encerrada durante a Semana Nacional do Meio Ambiente, mais especificamente no dia 9 de junho de 2017.

 

Fonte: Ascom/Semarh

Você pode querer ler também