ARACAJU/SE, 3 de março de 2024 , 20:35:14

logoajn1

Governo de SE injeta R$ 800 milhões na economia com 2ª parcela do 13º e salário de novembro

De hoje (28) até a quinta-feira (30), os servidores ativos e inativos do Estado recebem o pagamento da folha do mês de novembro. No mesmo período, e de forma antecipada, será paga também a segunda parcela do 13º salário. O pagamento representa uma injeção de R$ 800 milhões na economia, somando a antecipação do 13º e a folha total.

Como de costume, o pagamento da folha se inicia com os aposentados e pensionistas, no dia 28. Na quarta-feira (29), recebem os servidores ativos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e suas fundações, além dos servidores da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seduc). Já no dia 30 o pagamento será feito aos servidores das demais secretarias, empresas, autarquias e fundações.

De acordo com a gerente de Estudos e Pesquisas do Observatório de Sergipe – órgão inculado à Secretaria de Estado da Casa Civil (SECC), via sua Superintendência Especial de Planejamento, Monitoramento Estratégico e Gestão de Resultados (Superplan) -, Michele Doria, o valor que passará a circular na economia sergipana a partir do pagamento da folha e do 13º deverá trazer benefícios em curto prazo ao estado. “A injeção desses recursos impulsiona a economia por meio de vários fatores. Um deles é o aumento do consumo, visto que, com uma maior renda disponível para gastar, os servidores elevam seu consumo de bens e serviços. Como resposta a essa demanda crescente, as empresas ampliam sua produção, promovendo, assim, a criação de empregos e o crescimento da economia local”, afirma.

Contracheques

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) reforça que o 13º salário exige um contracheque próprio, e que, para disponibilizá-lo, é necessário que a folha regular seja fechada. Por este motivo, os contracheques do 13º serão disponibilizados ontem (27).

“O contracheque da folha regular foi enviado antes, porque o envio é feito, geralmente, 48 horas antes do pagamento. Com esse envio fechado, podemos disponibilizar, então, o contracheque do 13º. O pagamento de ambos, no entanto, ocorre no mesmo dia, que é a data regular do calendário do Estado”, explica a superintendente de Recursos Humanos da Sead, Bianca Braga.

Ela também informa que as regras em relação à primeira parcela do 13º são diferentes. “O registro da primeira parcela vem no mesmo contracheque do mês em que a pessoa faz aniversário. Isto não ocorre, no entanto, com a segunda parcela, que exige um contracheque próprio. Nos casos em que a pessoa não recebeu a primeira parcela e irá receber o valor integral, ocorre da mesma forma: um contracheque próprio”, detalha Bianca, ao lembrar que o registro do 13º em contracheque específico é uma exigência legal e uma prática habitual.

Fonte: Secom

Você pode querer ler também