ARACAJU/SE, 22 de abril de 2024 , 16:35:50

logoajn1

Governo discute ações para evitar furtos e assaltos nas escolas

Depois que duas escolas da rede estadual de ensino foram invadidas por criminosos em menos de 24 horas, gestores da Educação e Segurança se reuniram para traçar ações preventivas para combater a marginalidade nas imediações das unidades escolares.

 

O encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira (15) e nele os secretários de Educação, Jorge Carvalho, e da Segurança, João Batista dos Santos Júnior, definiram que vão atuar conjuntamente para garantir maior segurança aos alunos, professores, servidores e a comunidade em que a escola está localizada.

 

 “A partir desse encontro, vamos intensificar mais ainda os nossos contatos com a cúpula da Segurança Pública, objetivando compartilhar ações para proporcionar tranquilidade aos alunos, professores, equipe diretivas e demais servidores”, disse Jorge Carvalho.

 

Na avaliação do secretário de Educação, a polícia sempre será uma importante parceira da SEED. “Já há algum tempo que a Secretaria de Educação, por meio do Núcleo de Prevenção à Violência, vem realizando um trabalho em conjunto com a Polícia Militar em muitas escolas estaduais. Agora, outras ações serão realizadas na capital e no interior”, disse o secretário.

 

Também participaram da reunião o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, o delegado geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira, e o diretor da Coordenador das Delegacias da Capital, delegado André Baronto. Na ocasião, Jorge Carvalho fez um relato do que vem ocorrendo em muitas escolas estaduais, que se tornaram alvos da marginalidade.

 

“Em 2014, tivemos 85 ocorrências policiais. Enquanto que no ano seguinte, em 2015, esse número caiu para 15. Tudo isso foi fruto das nossas ações, entre elas, da implantação da vigilância especializada que estamos desenvolvendo em muitos colégios da rede”, emendou Carvalho.

 

A diretora do Núcleo de Prevenção à Violência e do Serviço de Educação em Direitos Humanos da Seed,  Josevanda Franco e o diretor do DAF, Moacir Santana, acompanharam o encontro.

 

* Com informações da Ascom SEED

Você pode querer ler também